Unidas compra 100 vans elétricas, de olho em entregas mais sustentáveis

A companhia adquiriu os veículos da startup Arrow; 100 vans elétricas com autonomia de 250 quilômetros e recarga em menos de três horas. Unidades devem ser entregues em outubro do próximo ano 

 

A Unidas, segunda maior locadora de automóveis no Brasil, deu mais um passo em direção a tornar a sua frota sustentável. A companhia fechou, nesta quinta-feira, um acordo com a startup gaúcha Arrow Mobility para adquirir 100 unidades de vans elétricas a serem entregues a partir de outubro de 2022.

O contrato firmado até o momento é de uma pré-encomenda do veículo, chamado Arrow One, que é fabricado em Caxias do Sul (RS). As vans devem ser utilizadas principalmente para as operações de e-commerce, como aponta a Unidas em comunicado. Por enquanto, a companhia não divulga o valor do investimento.

Diante do prazo de entrega e do destino principal dos veículos, a companhia poderá testar as vans novas em um momento bastante importante para o varejo digital: com as entregas programadas para outubro do ano que vem, a Unidas conseguirá testar o desempenho das novas vans sob a intensa pressão do aumento de demanda por fretes, gerados pelo combo de Black Friday e Natal.

“A Unidas tem estado na vanguarda da transformação sustentável do país e entendendo a nova realidade de entregas dentro dos centros urbanos, que aumentou consideravelmente, puxada em especial pela mudança de consumo dos brasileiros que passou a utilizar mais o e-commerce e acelerado pela pandemia, traz mais uma vez propostas inovadoras de mobilidade. Em parceria com a Arrow One ofereceremos diversos conceitos específicos e customizados para o comércio online, sendo 100% elétrico e com zero emissão de carbono, contribuindo para conscientização global de desenvolvimento sustentável.” avalia Breno Davis Campolina, Head de Frotas da Unidas.

Segundo a companhia, a escolha pela startup envolveu alguns diferenciais que proporciona nos veículos em que fabrica.

O primeiro é um conceito inovador de carga, chamado One Shot Loader, que permite a carga total de mercadorias em um único movimento. Além disso, há o “Walk-in-Van”, inédito no Brasil, que permite acesso direto do motorista à carga, reduzindo o tempo de entrega das mercadorias. Por fim, a capacidade de transporte é de 17 metros cúbicos, valor que está 50% acima de vans tradicionais.

Essa somatória de fatores deve garantir um aumento de produtividade de 50% a um custo energético 70% menor, comparado a um veículo tradicional, segundo a Unidas.

 100 vans elétricas. Cada van tem uma autonomia de 250 quilômetros e conta, ainda, com frenagem regenerativa e tempo de recarga total de menos de três horas.

Para garantir essa autonomia, os veículos são fabricados com materiais como o grafeno, que reduzem significativamente o peso do veículo.

“A Arrow Mobility tem uma equipe experiente. E altamente qualificada para ingressar nesta nova etapa da empresa ao lado da Unidas. Esperamos que esta parceria inicie um novo ciclo que melhore consideravelmente a logística de última milha nas cidades. Bem como proporcione o desenvolvimento de novos produtos”, afirma Julio Balbinot, Head de Estratégia e Marketing da Arrow Mobility.

A estratégia completa os esforços de sustentabilidade promovidos pela locadora. Atualmente, a Unidas tem mais de 400 veículos eletrificados para locação. Além de uma frota com 93% de veículos flex. Recentemente, a companhia aderiu à iniciativa global EV100. Reúne companhias comprometidas com a transição do transporte de veículos a combustão para elétricos até 2030.

Aliado a isso, a companhia passa por um bom momento financeiro.

No terceiro trimestre, a Unidas teve lucro líquido de 267,3 milhões de reais. Mais do que o dobro de um ano antes. O aumento é reflexo do período de “bonança” que o setor enfrenta. Com a retomada das atividades presenciais e a subsequente alta no preço da tarifa de aluguel de carros. Além da maior procura com seminovos com a crise de semicondutores. Para efeito de comparação, Localiza e Movida também se beneficiaram do aumento generalizado. No caso da Unidas, a tarifa média aumentou 29% na base anual de comparação. E de 9% na relação trimestral, sem fugir, portanto, à regra.

Com a iniciativa, a Unidas quer mostrar seu compromisso com a sustentabilidade. E o alinhamento à estratégia global de investimentos de carros. Que poluam menos do que os que têm motores movidos somente a gasolina. A concorrência já deu alguns passos à frente, é fato.   A Movida tem, atualmente, a maior frota de veículos elétricos do Brasil. E vai inaugurar uma loja no dia 21 de novembro com 11 instalações de recarga para motoristas de aplicativo e delivery. A locadora Hertz, ao mesmo tempo, já encomendou também 100 mil carros da Tesla para eletrificar a própria frota.

Certo é que a Unidas também quer o seu quinhão dentro do disputado mercado de carros elétricos. Cada vez mais cobiçado por clientes. Na briga por mais sustentabilidade, o benefício certamente se estende muito além dos limites de cada empresa.

 

100 vans elétricas

exame.com

Translate »
WhatsApp chat