COP26: Movida apresenta Projeto de Carbon Free

Primeira locadora de capital aberto do mundo certificada Empresa B, Movida leva projeto de “carbon free”, frota elétrica e meta de plantio de 1 milhão de árvores COP26.

 

No próximo dia 11 de novembro, a Movida participa da COP 26 (Conferência das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas). Nesta data, escolhida pela organização para os temas sobre Cidades, Regiões e Construções, o CEO da Movida, Renato Franklin, apresentará o projeto Carbon Free da Movida e o compromisso da empresa com ações de redução de gases de efeito estufa, incluindo ampliação da eletrificação da frota e reflorestamento do Corredor de Biodiversidade do Rio Araguaia, no Pará e no Tocantins, com plantio de 1 milhão de árvores nativas até 2022.

Para Renato Franklin, CEO da Movida, a participação da empresa no maior evento para discussão do clima globalmente, reflete os avanços e compromissos da Movida – primeira locadora de capital aberto do mundo a receber a Certificação de Empresa B. “Estamos muito felizes em participar deste encontro tão importante para o futuro do nosso planeta. Trabalhar para reduzir os gases de efeito de estufa é uma prioridade. Como empresa conectada com as demandas dos clientes, entendemos que investir na transformação de baixo carbono é algo muito maior do que um diferencial competitivo. É uma decisão estratégica que reflete nosso compromisso e responsabilidade com toda a sociedade”, ressalta o executivo.

Agenda climática

Como parte da agenda climática da empresa para ser carbono neutro até 2030 e carbono positivo em 2040 está o projeto Carbon Free.  Que entrega uma diretriz da empresa de maior protagonismo do setor privado na transição para uma economia de baixo carbono. Neste projeto, estão incluídas as seguintes ações: Plantio de um milhão de mudas de árvores nativas até 2022 nos estados do Pará e no Tocantins.

Resultará no sequestro de 146 mil toneladas de CO² da atmosfera no decorrer dos próximos 26 anos. Permitirá a recuperação da fauna e da flora. Além de proporcionar geração de emprego e renda para as comunidades locais. Utilização de combustível renovável e carros elétricos para sua frota. Como parte da estratégia de mitigação da locadora para ajudar a frear as mudanças climáticas.  Alinhada com o

Acordo de Paris e também com a agenda de desenvolvimento sustentável da ONU para 2030. Hoje, cerca de 87% da frota da Movida é abastecida com etanol. Sendo a mesma composta em 93% por veículos flex.Ampliação da frota de veículos 100% elétricos disponíveis para locação do país, com 240 veículos. Além da mitigação, a empresa também possui outros dois pilares.

De compensação, com o Carbon Free, e de adaptação, com análise de riscos climáticos utilizando metodologia TCFD.

“Trabalhamos em três frentes pois entendemos que é necessário ser, cada vez mais, uma empresa melhor para o mundo. Estamos cientes da urgência e como todos os setores precisam estar trabalhando, unidos, para se tornarem carbono neutro. Só precisamos dar o primeiro passo. Ter ousadia, ter consciência de que temos que pensar grande e fazer diferente do que fazíamos”, afirma Renato.

 

Translate »
WhatsApp chat