Movida compra gestora de frotas Vox, avaliada em R$ 89 milhões

Locadora de veículos diz que aquisição fortalece a companhia em nichos específicos de mercado

A locadora de veículos Movida fechou um acordo para a compra da Vox, empresa paulista que faz gestão e terceirização de frotas. A transação foi anunciada na noite de domingo (17).

O valor a ser pago será o equivalente ao valor contábil da companhia, acrescido de um prêmio de 12,5%, ajustado para reduzir a dívida líquida e refletir ajustes de capital de giro. Tendo como base os números de outubro, o valor da Vox seria de R$ 89 milhões, conforme divulgado pela Movida.

O pagamento será feito em dinheiro, sendo 50% à vista e 50% no primeiro aniversário da transação.

Segundo a Movida, o movimento inorgânico está alinhado à estratégia de gerar valor, combinando preços compatíveis, crescimento e rentabilidade. “A aquisição fortalece a companhia em nichos específicos de mercado”, destaca a administração em comunicado.

A Vox atua em todas as etapas do processo de gestão de frota, com aquisição, gestão e renovação dos ativos. A frota da empresa é composta por vários tipos de veículos leves — desde veículos de luxo, sendo grande parte blindada, a veículos leves de carga e de passeio. Atualmente, a companhia é dona de 1,8 mil carros com idade média de 1,2 ano.

Em 2019, a receita da Vox somou R$ 47 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 9 milhões e o índice de alavancagem (relação entre dívida líquida e Ebitda) foi de 1,9 vez.

Os números não auditados de 2020 mostram receita de R$ 53 milhões, Ebitda de R$ 22 milhões, lucro líquido de R$ 9 milhões e índice de alavancagem em 2,3 vezes, conforme a Movida.

Translate »
WhatsApp chat