Arval eletrificará 30% da sua frota no Brasil até 2025

São Paulo — Eletrificar 30% de sua frota global é uma das metas da Arval Beyond, que anunciou quais serão os princípios de suas atividades até 2025. Segundo Maximiliano Fernandes, diretor de marketing e vendas no Brasil, o País não ficará de fora de nenhum dos planos da companhia: “Seguiremos a diretriz global da empresa e, por aqui, queremos incentivar o uso dos elétricos pelos frotistas”.

A Arval opera no segmento de locação de veículos para empresas e conta com uma frota de 30 mil veículos, que também deverá crescer nos próximos anos. Segundo o executivo atualmente apenas 5% dos seus veículos são híbridos ou elétricos, reconhecendo que o avanço deverá ser grande nos próximos anos, chegando a, pelo menos, 9 mil unidades eletrificadas.

Para que seus clientes aumentem a demanda por veículos elétricos e híbridos a Arval estudará a operação de cada um deles para entender como podem aderir ao uso dos veículos verdes. Fernandes reconheceu alguns entraves que terá pelo caminho, como a questão da infraestrutura, o custo e as opções de veículos disponíveis no mercado.

A projeção é de um crescimento do segmento elétrico no País nos próximos anos, impulsionado pelo mercado B2B, porque as empresas buscam ser cada vez mais sustentáveis e a eletrificação da frota é um caminho de curto prazo para atingir as metas globais. Após alguns anos de operação desses veículos a expectativa é de que ocorra uma demanda maior de pessoas físicas no mercado de seminovos.

Outra meta da Arval até 2025 é ser neutra em carbono. Para alcança-la, em paralelo à eletrificação de sua frota haverá um trabalho de compensação ambiental, que será oferecido para as empresas que utilizam seus veículos. A expectativa é a de que grandes multinacionais puxem a demanda por esse tipo de serviço.

Conectividade ligada à gestão de frota também é um dos valores que serão trabalhados, avaliando dados e permitindo a melhor utilização da frota, assim como o compartilhamento do veículo por funcionários da empresa: “Nesse caso não será necessário um setor para administrar as chaves da frota, por exemplo: os usuários poderão destravar e ligar o veículo por meio de um aplicativo”.

Nesse segmento Maximiliano Fernandes acredita que existe espaço muito grande para trabalhar e avançar, apostando em parcerias locais e globais que ajudem no desenvolvimento de novos serviços para atender a novas demandas. Um projeto que está na mira da Arval é a criação de cartão corporativo, que o funcionário pode usar para abastecer o carro da empresa que ele usa, pagar um Uber, táxi, alugar uma bicicleta e pegar um transporte público, dando liberdade para o funcionário escolher a forma como ele quer se locomover.

Fonte: https://www.autodata.com.br/noticias/2020/10/23/arval-eletrificara-30-da-sua-frota-no-brasil-ate-2025/32314/

Translate »
WhatsApp chat