46 das 67 fábricas de veículos suspendem a produção em todo o país

Medidas de enfrentamento ao coronavírus incluem paralisação que varia de três a quatro semanas conforme cada montadora: prazo pode ser ajustado a cada momento conforme determinação do poder público

Das 67 fábricas de veículos instaladas no país 46 já estão paralisadas devido às medidas de enfrentamento ao coronavírus (COVID-19). 14 montadoras atendem ao decreto do Ministério da Saúde e interrompem a produção de veículos em todas as suas unidades. Inicialmente, os funcionários entram em férias coletivas enquanto a área administrativa.

Hoje a Renault, que havia confirmado a suspensão da produção no próximo dia 25, antecipou a medida visando salvaguardar a integridade dos 7.500 colaboradores da linha de produção do Complexo Ayrton Senna. A General Motors também está paralisando a linha de produção.

A Jaguar Land-Rover também confirmou hoje a paralisação da produção em Itatiaia/RJ no próximo dia 25 de março até 27 de abril.

Hoje a Nissan, HPE (Mitsubishi e Suzuki), Caoa-Chery (que inclui também a Caoa Hyundai) e Hyundai, que registrou um caso de coronavírus entre os seus colaboradores na última sexta (20) mas já havia programado a paralisação da produção na unidade de Piracicaba/SP.

Diversas montadoras anunciaram na última semana que a paralisação seria gradual ao longo desta semana mas anteciparam as providências para atender ao decreto das autoridades e da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em todo o país, apenas a produção de alimentos, refino de combustíveis, produção de medicamentos e insumos entre outras atividades essenciais não foram afetadas.

FONTE: R7 – Autos Carros – Marcos Camargo Jr

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »
WhatsApp chat