Equipamentos de segurança serão obrigatórios até 2020

cinto-de-seguranca-300x235

Além do cinto de 3 pontos em todas as posições do veículo, outros mecanismos como apoios de cabeça e sistema Isofix para assentos infantis também passarão a ser obrigatórios
 
O Contran, em resolução publicada ontem (02), decidiu aumentar a exigência de equipamentos de segurança nos automóveis e utilitários vendidos no país. A determinação, no entanto, só será totalmente válida a partir de fevereiro de 2020, quando completar cinco anos de existência.
 
Antes disso, em 2018, os modelos novos, sejam nacionais ou importados, deverão contar com os novos recursos de proteção.
 
A determinação do órgão federal prevê a adoção de cintos de segurança de três pontos com retensor em todos os assentos – hoje há modelos que o dispensam na posição central traseira, por exemplo. Outro item atualmente opcional, o apoio de cabeça, passará a ser obrigatório da mesma forma.
 
A Resolução incluiu também como equipamento obrigatório, o sistema Isofix, de ancoragem dos assentos infantis, que passará a ser exigido em automóveis, picapes e utilitários.
 
Fonte: Portal do Trânsito

Translate »