Unidas anuncia os Resultados referente ao primeiro semestre de 2016

unidas
Taxa de ocupação registra recorde histórico da Companhia
A Unidas, especializada em soluções de gestão de frotas e locação de veículos, divulga resultados do primeiro semestre de 2016 com destaque para aumento de 9,8% do Lucro antes das receitas e despesas financeiras (EBIT), em comparação com o mesmo semestre do ano passado, alcançando R$ 89,8 milhões. A Receita Líquida Consolidada da Companhia cresceu 4,8% na comparação aos R$564,9 milhões registrados no primeiro semestre de 2015, atingindo R$591,9 milhões.
A taxa de ocupação no segmento de Aluguel de Carros atingiu 79,3%, 6,3 pontos percentuais superiores a taxa de ocupação de 73,0% do segundo trimestre de 2015 e o maior patamar do histórico da Companhia. Enquanto o número de diárias apresentou um crescimento de 6,7%, chegando a 2.071 mil diárias no primeiro semestre de 2016.
“A Companhia está fechando o primeiro semestre com resultados consistentes de melhorias operacionais, fruto dos ajustes promovidos em 2015 e do acompanhamento constante das movimentações do mercado. Alcançamos um recorde histórico na taxa de ocupação o que reforça a eficiência e consolidação da Unidas na gestão deste indicador”, explica Pedro de Almeida, presidente da Unidas.
A receita líquida do segmento de Terceirização de Frota, apresentou um aumento de 12,9% no segundo trimestre de 2016, alcançando R$78,0 milhões. A margem EBITDA no segmento atingiu 67,8%, 4,2 pontos percentuais superiores a margem EBITDA de 63,6% do primeiro semestre de 2015.
No primeiro semestre de 2016, a Receita Líquida do segmento de Seminovos apresentou crescimento de 7,1%, passando de R$265,9 milhões para R$284,8 milhões. Esse também um reflexo da crise, visto que as vendas de carros seminovos se aceleram em relação aos carros novos, beneficiando esse nicho.
Quanto ao número de lojas, a Companhia encerrou o primeiro trimestre de 2016 com 256 estabelecimentos de aluguel e venda de veículos, sendo 117 lojas próprias e 139 franqueadas.
A Companhia conseguiu endereçar na totalidade o volume de amortização do principal da dívida previsto até o final de 2016, através de duas operações de financiamento: captação da 6ª Emissão de Notas Promissórias no montante de R$30,0 milhões e captação da 7ª Emissão de Debêntures no montante de R$170,0 milhões.
Fonte: VoeNews
Translate »