Plataforma permitirá o aluguel de carros particulares

Procurando promover o conceito de consumo colaborativo, a startup Fleety vai implementar o aluguel de veículos particulares em sua plataforma.
A ideia é utilizar os veículos que costumam ficar parados por muito tempo e geram despesas aos proprietários.
No aplicativo, o usuário poderá disponibilizar o seu carro para aluguel ou procurar um carro que atenda as suas necessidades.
Para André Marin, 28, engenheiro eletrônico e idealizador do Fleety, o objetivo é incentivar a utilização mais inteligente dos recursos já existentes.
“Os automóveis costumam ficar parados 22 horas por dia e dar despesas de R$ 15 mil reais por ano”, afirma Marin.
“O proprietário pode alugar e rentabilizar o veículo, ganhar dinheiro extra. E o locatório vai conseguir o conforto, com o tipo de veículo e a localização que precisa”, continua Marin.
FASE DE TESTES
Para entender o perfil do público brasileiro, a startup realizou pesquisas nas capitais na qual foi possível analisar as principais vantagens e desafios do compartilhamento de veículos.
Após analisar os dados, o Fleety decidiu iniciar suas operações em Curitiba, Paraná, em março de 2014. O plano de expansão para outras cidades está previsto para 2015.
SEGURANÇA E REPUTAÇÃO
André Marin disse que, para evitar problemas, a plataforma aposta na combinação de confiança entre usuários com uma seguradora terceirizada.
Ele explica que a plataforma está criando uma parceria com uma seguradora terceirizada. Em caso de roubo, colisão e outros problemas o seguro do Fleety vai ser ativado – ao invés do seguro do proprietário.
Mas André Marin acredita que os próprios usuários podem criar uma rede segura. “Trabalhamos na manutenção de uma base confiável, na qual as pessoas que estão dentro da plataforma são conscientes e alinhadas com o consumo colaborativo”, explica.
Depois de cada aluguel, os usuários podem fazer um review do empréstimo e a avaliação é publicada na plataforma.
Por Victor Sousa, do Catraca Livre.

Translate »