O Brasil é atualmente um dos mercados mais atraentes para o setor de aluguel de automóveis

CARS 1

 
Veja como andam os empreendimentos da categoria em outros países:
Se, no Brasil, as perspectivas de aumento do volume de negócios envolvendo aluguel de veículos já são positivas, nos Estados Unidos, na Europa e na Ásia a tendência para o futuro também é semelhante.
Segundo dados da Abrams Travel Data Services, consultoria especializada em locação de automóveis com sede no Estado de Nova York, a indústria de aluguel de automóveis movimenta nos Estados Unidos mais de US$ 20 bilhões e tem mais de 60 milhões de usuários.
Há uma frota de cerca de dois milhões de automóveis e mais de 25 mil pontos de locação nos EUA. Cerca de 70% das locações estão relacionadas à terceirização de frotas. Também por isso, as locadoras de automóveis norte-americanas constituem um dos mais importantes clientes da maior indústria automobilística do mundo. Durante toda a década de 1990 nos EUA, as vendas das montadoras para as locadoras de automóveis foram superiores a um milhão de veículos por ano.
O faturamento de US$ 20 bilhões da indústria norte-americana de aluguel de veículos deverá experimentar um crescimento de 5% a 10% nos próximos anos, conforme a American Car Rental Association (ACRA). A entidade engloba as principais companhias do setor na América do Norte, que, juntas, têm mais de 1,4 milhão de veículos disponíveis para locação, nos 50 estados americanos. A ACRA possui associadas nos territórios americanos e também no Canadá. Nos Estados Unidos, os custos para a aquisição de novos veículos e os custos operacionais estão estabilizados, o que deverá aumentar a lucratividade do negócio em curto prazo. A Abrams Travel Data Services diz ainda que as maiores locadoras norte-americanas são empresas de capital aberto, sensíveis às demandas de seus acionistas por maior lucratividade, o que estimulará uma crescente profissionalização das gestões.
Início de tudo
Os Estados Unidos são o berço do aluguel de veículos. Poucos anos após o surgimento dos primeiros automóveis no mercado norte-americano, ainda por volta de 1910, alguns pequenos empresários já vislumbravam a locação como um negócio promissor e, desse modo, deram início à atividade no país.
Nas décadas de 1930 e 40, o aluguel de veículos cresceu significativamente na América do Norte, sobretudo após a inauguração de pontos de locação em aeroportos. As locadoras passaram a investir fortemente no crescimento do fluxo de turistas que atravessavam os Estados Unidos, tanto a negócios quanto a passeio. No pós-guerra, nos anos de 1950, diversas locadoras norte-americanas, já estabelecidas em todo o país, expandiram suas atividades para a Europa.
O desenvolvimento do mercado europeu de locação de automóveis, diferentemente, teve seu grande impulso a partir  da década de 1950, quando a Europa se recuperava da Segunda Guerra Mundial, e recebia grandes investimentos públicos e privados dos Estados Unidos. Assim, uma série de empresas norte-americanas se estabeleceu no continente.  Durante os anos de 1960 e 70, as locadoras européias também tiveram grande crescimento, a ponto de atuarem hoje como empresas continentais. Estimativas do mercado europeu indicam que o aluguel de veículos movimenta atualmente cerca de US$ 10 bilhões por ano. Os principais mercados da Europa são: Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Espanha e Holanda. Segundo dados da consultoria internacional Snapdata, o negócio de locação de automóveis na Itália deverá crescer no ritmo de 5,5% ao ano, hoje movimentando mais de US$ 500 milhões. Na França, que atualmente movimenta mais de US$ 1,2 bilhão por ano, o ritmo de crescimento anual projetado para o futuro é de 4%.
O mercado francês é fortemente influenciado pelo turismo de lazer. Na Alemanha, o crescimento esperado ao longo dos próximos anos é de 3%, e o faturamento anual do setor já supera US$ 1,6 bilhão. No Reino Unido, situa-se a mais importante associação nacional de locadoras de veículos da Europa: a British Vehicle Rental and Leasing Associoation (BVLRA), entidade que congrega 58% das empresas de aluguel de veículos do país e possui aproximadamente 1,2 mil empresas associadas, responsáveis pela compra de 750 mil novos veículos por ano. A frota de automóveis de aluguel no Reino Unido, embora tenha sofrido retrações em meados da década de 1990, superou recentemente a marca de um milhão de unidades.
Ásia
O mais importante mercado de aluguel de veículos asiático é o Japão. Embora grandes locadoras multinacionais também estejam presentes naquele país, a principal característica do mercado japonês é o predomínio de empresas nacionais, ligadas às grandes montadoras japonesas. Destacam-se, entre as locadoras em atividade no Japão, a Toyota Rent a Car Lease, a Nippon Rent a Car e a Mazda Rent a Car.
 
Fonte: ABLA

Translate »