Localiza antecipa compra de veículos, à espera das eleições

 

Localiza Aluguel de Carros
Localiza Aluguel de Carros

As eleições de outubro podem desempatar favoravelmente o jogo para a Localiza, maior locadora de veículos do país, que faturou mais com a Copa, mas teve que elevar os gastos financeiros por causa da elevação da taxa básica de juros (Selic) entre 2013 e 2014. No segundo trimestre deste ano, seu lucro líquido de R$ 100,6 milhões caiu 2,7% em relação a igual período de 2013. Isso aconteceu porque o aumento da receita líquida, de 11,3% para R$ 904,6 milhões, foi anulada pelo avanço da despesa financeira, que dobrou para R$ 42,6 milhões.
[quote]“O efeito da Copa do Mundo, até dia 30 de junho, esteve dentro da nossa expectativa. O decréscimo das viagens de negócios foi mais que compensado pelo aumento das viagens de lazer”, disse o diretor financeiro e de relações com investidores da Localiza, Roberto Mendes.[/quote]
O problema, observou, foi o aumento da taxa Selic, de 7,5%, um ano atrás, para 11,0%. Para os próximos meses, até dezembro, Mendes traça um cenário favorável por causa das eleições. Mas projeta um 2015 mais difícil.
“A campanha eleitoral começa com mais força a partir de agosto”, disse o executivo da Localiza, que antecipou compras de carros para atender as eleições, além da própria Copa. A empresa comprou 24.184 carros entre abril e junho, mas vendeu 15.889 unidades, o que representou investimento líquido de R$ 260,8 milhões em 8.295 carros novos.
A quantidade de veículos adquiridos entre abril e junho pela Localiza superou o saldo líquido da empresa em todo ano de 2013, quando o número de carros comprados foi de 7,1 mil.
Sazonalmente, empresas de locação de veículos fazem mais compras de veículos nos segundo e quarto trimestres, para atender as demandas de julho e dezembro\/janeiro. E costumam reduzir a frota no fim do primeiro trimestre e ao longo do terceiro trimestre.
O diretor da Localiza apontou ainda que a empresa manteve uma política financeira conservadora, especialmente por causa do cenário que tem para 2015. “Fizemos um trabalho para enfrentar um 2015 que deve ser de baixo crescimento e inflação no teto da meta”, disse Mendes.
Segundo ele, o plano é ter folga para, mesmo em um ambiente macroeconômico adverso, aproveitar oportunidades de consolidação, seja por meio de aquisição seja por meio de expansão orgânica.
A Localiza continuará buscando oportunidades nos mercados financeiros e de capitais para melhorar seu perfil de dívida, disse Roberto Mendes. “Continuamos atentos para melhorar o endividamento, para alongar os vencimentos”, afirmou.
Em termos de indicadores de alavancagem, a Localiza encerrou o primeiro semestre de 2014 com uma relação entre dívida líquida e valor da frota de 47%, ante 48% em 2013. O caixa atual da Localiza soma R$ 935,1 milhões – mais que os compromissos até o fim de 2016.
O diretor financeiro da Localiza disse que a margem obtida pela empresa foi “saudável”. “Estamos com uma margem saudável que nos permite crescer e dar rentabilidade aos nossos acionistas”, disse ao Valor o executivo, em entrevista por telefone.
O diretor financeiro respondeu positivamente quando perguntado se a margem Ebitda atingida entre abril e junho deste ano mostra que a companhia cumpriu a promessa feita ao longo dos últimos três trimestres de recuperar a rentabilidade nesse segmento.
A margem em relação ao lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) no segmento de aluguel de carros no segundo trimestre de 38,1% no segmento de aluguel de carros supera em 2,2 pontos percentuais a margem Ebitda apurada em igual período de 2013.
Levando em conta todo o primeiro semestre, a Localiza atingiu margem Ebitda de 39,1% no aluguel de frotas, ante 35,7% em igual período de 2013.
Já no segmento de gestão de frotas, Roberto Mendes afirmou que a companhia vai manter firme a decisão estratégica de não abrir mão de margens por causa de participação de mercado. Segundo ele, a forte disputa por contratos acabou afetando o desempenho operacional nesse nicho de negócio.
A gestão de frotas da Localiza apresentou queda de 7,4% no número de diárias entre o segundo trimestre de 2013 e o mesmo período de 2014. Em termos de receita, esse segmento faturou entre abril e junho R$ 140 milhões, 4,8% menos que em igual período de 2013.
Por João José Oliveira | De São Paulo
Fonte: Valor.com.br

Translate »