Locadora de BH perde 29 veículos em golpe de loja

Quando representantes da loja Via Motors, em Belo Horizonte, procuraram a locadora de veículos de Mauro Ribeiro, em novembro passado, ele ainda não tinha ideia da dor de cabeça que teria mais tarde. Oito meses depois, ele tem 29 carros – de uma frota de cem – desaparecidos.
Um dos sócios da Miltrans, Ribeiro explica que as transações com a loja seguiam normalmente até o mês passado. “Os últimos pagamentos foram em cheques, que voltaram. Depois,foram recusados de novo. Até que nos deparamos com toda essa situação”, disse.
Ribeiro refere-se à prisão de nove funcionários da Via Motors, no último dia 3, quando pelo menos oito clientes insatisfeitos foram até a sede da loja e chamaram a polícia. Ele descobriu, então, que o problema era muito maior.
A Via Motors, segundo as vítimas, vinha vendendo carros há um ano e meio, sem de fato entregá-los. Mais de cem clientes já foram prejudicados e a loja segue fechada.
Como vários clientes ligavam para a Via Motors reclamando do atraso na entrega, a loja passou a alugar carros com a Miltrans para deixá-los com os clientes enquanto o novo carro não chegava. Quando os golpes foram descobertos, os clientes perderam a esperança de receber o bem. “Chegamos a descobrir quem está com três dos veículos, mas eles se recusam a devolvê-los”, revelou Ribeiro. Ele estima que só o prejuízo do não-aluguel dos carros ficou em R$ 45 mil.
A delegada encarregada do caso chegou a pedir para a Justiça a prisão preventiva dos donos da Via Motors, mas o pedido foi negado. Consultado pela reportagem, o advogado da concessionária afirmou que não irá se pronunciar sobre o caso.
Por Larissa Veloso, do O Tempo.

Translate »