JSL unifica empresa de aluguel de carro

A empresa de logística JSL (antiga Júlio Simões Logística) anunciou, na terça-feira, 27, a criação da Movida Participações, que vai consolidar as atividades de aluguéis de automóveis e as de gestão e terceirização de frotas em um único negócio. A nova companhia nasce com 35 mil veículos leves, dos quais 19 mil já pertenciam à Movida, adquirida pela JSL em setembro de 2013, explicou Fernando Simões, presidente da JSL.
A divisão da gestão e terceirização de veículos, com 16 mil automóveis, que ficava sob o guarda-chuva JSL Logística, agora responderá à Movida Participações, que atende majoritariamente a empresas, que preferem alugar a comprar veículos para prestação de serviços.
De acordo com Simões, a Movida Participações, que ficará abaixo do grupo JSL, terá um papel bem definido, que é concentrar a prestação de serviço de aluguéis de automóveis, tanto para pessoa física quanto para jurídica. A Localiza é a líder em tamanho de frota, com cerca de 110 mil veículos, seguida pela Unidas, com cerca de 40 mil. “O executivo Renato Franklin, que já era presidente da Movida, ficará no mesmo cargo nessa nova empresa.”
Quando a JSL adquiriu a Movida, por R$ 62,4 milhões, a companhia tinha uma frota de 2,4 mil veículos e 29 lojas. No ano passado, encerrou com 82 lojas de locação de automóveis (apenas uma é franquia). A constituição dessa nova companhia foi aprovada pelo conselho de administração da JSL em dezembro passado. Até o terceiro trimestre do ano passado, o investimento do grupo JSL na Movida foi de R$ 304,5 milhões.
Potencial
“Acreditamos no potencial de crescimento desse mercado, independentemente de o País estar passando por um período mais crítico”, disse Simões. Segundo ele, a divisão de terceirização e gestão de frotas vem crescendo cerca de 20% ao ano nos últimos dez anos.
De acordo com Simões, a taxa de ocupação da Movida é de 70%, e tem um potencial de crescimento grande. O tíquete médio de valor dos veículos que pertencem à frota da companhia é de R$ 31 mil. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Por Mônica Scaramuzzo, Do Estadão Conteúdo.

Translate »