Governo prevê R$ 6 milhões com a locação de 480 viaturas para a PM

Locação de viaturas para atender a PM (Polícia Militar) pode custar cerca de R$ 6 milhões por mês pelos 480 veículos solicitados pela Sejusp (Secretaria de Estado de Segurança Pública). A estimativa consta do edital de licitação, disponibilizado pela Central de Compras e Licitações, que marcou o pregão para as 9h do dia 18.
Como se trata da modalidade registro de preços, a pasta não precisa necessariamente utilizar essa quantia de automóveis de uma só vez. A empresa vencedora irá fornecer os itens conforme a demanda e terá compromisso com o poder público por um ano.
Quando houver necessidade, a secretaria fará o pedido ao setor responsável para que o valor do aluguel seja liberado e entregue à companhia.
Os automóveis foram divididos em cinco lotes. No primeiro, estão previstas 20 viaturas para o BPChoque e no segundo, 10 para o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais). O restante servirá para as demais unidades, cabendo à empresa vencedora a identificação conforme os padrões estabelecidos pelo governo.
Solução – Falta de automóveis para que os policiais possam atender as ocorrências é alvo de inquérito civil público no MPE (Ministério Público Estadual). O problema é que os veículos oficiais quebram com freqüência por conta do uso e a burocracia emperra o conserto.
O procedimento administrativo completo para manutenção de um veículo da corporação pode durar quase quatro meses. É preciso cumprir 16 passos que incluem o convite a três empresas para disputar a realização do serviço, realização de leilão, expedição da ordem de execução e liberação do dinheiro para o pagamento.
Levantamento feito pela ACS (Associação de Cabos e Soldados) aponta um déficit de 554 veículos para atender a polícia, sendo 329 automóveis e 225 motos. Atualmente, segundo informações passadas pelo setor de logística da PM nesta terça-feira, a corporação conta com 549 motos e 933 carros.
Por Ricardo Campos Jr., do Campo Grande News;
Foto: Marcos Ermínio.

Translate »