Cresce importância do setor para retomada das vendas de veículos

setor

Os licenciamentos de veículos leves novos na primeira metade de maio apontam para o aprofundamento do movimento de queda de vendas do mercado brasileiro, o que faz crescer a importância do setor de locação de automóveis para que a retomada do ritmo aconteça nos próximos meses.
As locadoras de automóveis, juntas, representam o maior cliente das montadoras e importadoras que atuam no Brasil. O Presidente do Conselho Nacional da ABLA, Paulo Nemer, diz que o ritmo de compras do setor tem potencial de aumento, mas depende do interesse efetivo das montadoras em ampliar ainda mais as vendas para as locadoras, também por meio de condições comerciais adequadas à realidade do setor de locação, assim como da redução do custo dos financiamentos. “Os juros também seguem altos para a compra de novos veículos”, acrescenta Nemer.
Nos primeiros 16 dias úteis de maio os emplacamentos de automóveis e comerciais leves somaram 202,6 mil unidades, com média de 12,67/dia, segundo dados do Registro Nacional de Veículos (Renavam). No mesmo período de abril passado, as lacrações totalizaram 215,9 mil, média de 13,5 mil/dia – ou seja, quase mil a mais por dia.
“Para este mês, nossa projeção é de 277 mil emplacamentos de veículos leves, uma queda de 1% sobre abril passado (279,8 mil licenciamentos) e de 7,8% sobre maio de 2013 (300.614)”, estima Julian Semple, consultor da Carcon. A evolução mensal só não será pior porque maio terá 21 dias uteis de vendas, contra 20 em abril passado.
Caso seja confirmada previsão, no acumulado do ano o volume de veículos leves emplacados de janeiro a maio chegará a 1,33 milhão, em retração de 5,2% sobre os 1,4 milhão vendidos nos mesmos cinco meses de 2013.
Exatamente na primeira quinzena de maio, foi lançado o Anuário ABLA 2014 com o ranking das montadoras que mais venderam automóveis para o setor durante o ano passado. A frota (total de veículos do setor) subiu 8,24% em relação a 2012, passando de 489.548 para 529.890 automóveis.
Desse total de veículos, conforme o novo ranking divulgado pela ABLA, a maior parte é de modelos da Fiat (26,8%), seguida pela Volkswagen (21,2%), GM (14,4%), Renault (9,4%), Ford (7,4%) e Toyota (1,3%). As demais montadoras e importadoras somam juntas 19,2% dos automóveis da frota das locadoras no País.
Houve aumento da participação das locadoras nas vendas anuais do setor automobilístico, de 7,85% em 2012, para 8,35% no ano passado. Ainda conforme a ABLA, os modelos populares são a maioria da frota do setor. De 2012 para 2013, houve aumento da participação de veículos econômicos (de 53% para 58%) e compactos (de 16% para 18%), e queda na proporção de veículos de luxo (de 10% para 6%) e de utilitários e vans (de 17% para 13%). A categoria Premium, que engloba os SUVs, ficou estável (variou de 4% para 5%).
Fontes: ABLA, com informações da Automotive Business

Translate »