Conselheiro da ABLA avalia os desafios do setor

Saulo-Froes-300x191

 
Expert em locação de veículos, Saulo Froes (foto) tem mais de quatro décadas de experiência e um currículo invejável no ramo. Em 1981, ele fundou a Lokamig Rent a Car, foi presidente por oito anos do Sindicato das Locadoras de Minas Gerais, do qual é o atual presidente de honra. Além disso, é conselheiro da Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (ABLA) e diretor do Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau.
Para ele, trata-se de um mercado muito competitivo. “É concorrido, por isso é preciso ser muito profissional para enfrentar os inúmeros desafios do setor.” Saulo explica que é essencial um investimento expressivo no negócio, já que alguns obstáculos precisam ser vencidos. “O grave problema das multas de trânsito, taxas de juros exorbitantes e locadoras aventureiras com tarifas predatórias são alguns desafios constantes do mercado”, explica o conselheiro da ABLA.
Saulo ressalta que as dificuldades do setor ficam por conta dos impostos. “As altas taxas de impostos e as dificuldades burocráticas impostas pelas instituições para o negócio também fazem parte da lista de desafios para quem pretende entrar nesse segmento. Hoje, para o negócio de locação de veículos é preciso exercer a atividade com muito profissionalismo, pois os riscos são inúmeros.”
Exatamente por isso, ou seja, pelo profissionalismo dos empresários que já estão no setor, nos últimos anos a frota das locadoras tem crescido continuamente, a partir principalmente da locação de veículos para clientes dos setores relacionados às obras de infraestrutura no Brasil. Aproximadamente 57% das locações de automóveis têm sido destinadas para a terceirização, 19% para o turismo e lazer (pessoas viajando em férias) e 24% para o turismo de negócios (pessoas viajando a trabalho).
A participação das locadoras nas vendas do setor automobilístico em 2012 foi de 7,85%. Ou seja, as locadoras compraram quase 8% do total de veículos vendidos naquele ano no Brasil.Para 2014, conforme avaliação da ABLA, será essencial para o setor a redução nas taxas dos financiamentos, para que as locadoras possam comprar automóveis. Os bancos ganharam condições excepcionais para colocar mais dinheiro no mercado e precisam fazê-lo, de fato, junto ao setor.
Fontes: Estado de Minas e ABLA

Translate »