Aluguel de carro deverá crescer 15% em Salvador

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, que começam daqui a menos de 30 dias, Salvador vive a expectativa

Com a proximidade dos Jogos Olímpicos, que começam daqui a menos de 30 dias, Salvador vive a expectativa – mesmo com quase todos os holofotes voltados para Rio de Janeiro, sede do evento – de receber milhares de turistas que devem chegar no período entre 5 e 21 de agosto para acompanhar algumas das seleções que vão disputar o futebol olímpico, nas categorias masculina e feminina, já que a capital baiana é uma das subsedes da modalidade.
Quem está de olho nesse público em potencial são as locadoras de veículos, apostando que os visitantes podem optar em alugar um carro e percorrer a cidade ao invés do transporte de massa ou táxi. De acordo com o conselheiro da Associação Brasileira das Locadoras de Veículos (ABLA), Marconi Dutra, a expectativa é de que haja um aumento de 15% em comparação com o mesmo período do ano passado.
“Agosto normalmente não é um bom mês pra gente, mas o evento elevará essa demanda. Acredito que vai ser um pouco melhor do que em 2015 e o público, diferentemente da Copa do Mundo, deverá ser mais de dentro da própria Bahia mesmo, já que tem gente que deve vir para acompanhar apenas um jogo. Quanto às reservas, não temos nada de significativo, devendo ser até menor do que o esperado para este mês de julho”, explicou.
Os Jogos também têm feito com que as locadoras fiquem otimistas com relação ao número de aluguéis de carros. Em uma delas, que fica na região de Ondina, as reservas, nestes meses de julho e agosto, já são 50% superiores ao que foi ano passado. Dentre os principais clientes estão os sul-americanos, principalmente argentinos e bolivianos. Para atrair ainda mais interessados, a empresa deve realizar promoções durante o período do evento.
No local, cuja diária mais barata custa R$ 130, os tipos de veículos mais procurados são os 1.0, com ar-condicionado e direção hidráulica. Para quem tem dinheiro sobrando no bolso, ainda existem opções como os carros de luxo, mas com a diária podendo ser até 500% maior. Em média, por mês, são alugados cerca de dois mil carros. Dentre as exigências para alugar estão a posse da habilitação – que deve ser superior a dois anos -, o condutor ser maior de 21 anos, além do cartão de crédito.
BENEFÍCIO
Com o objetivo de facilitar o trânsito de turistas durante os Jogos, o Contran publicou, em fevereiro, uma resolução que autoriza estrangeiros de mais de 100 países a conduzirem veículos no país desde o último dia 1º de julho. Mas, será necessário seguir algumas regras como, por exemplo, portar o passaporte do país de origem ou documento que comprove a data de entrada no Brasil, além da habilitação válida.
De acordo com a ABLA, contudo, o aluguel deverá mais estimulado pelos turistas de outros estados do Brasil que forem ao Rio de Janeiro como São Paulo, Minas Gerais, Paraná e Espírito Santo. Apenas 10% serão estrangeiros. A expectativa é de que, para as locadoras cariocas, entre 75% e 80% da frota total deverá ser ocupada. Por dia, o crescimento médio deverá ser entre 15% e 20% no número de aluguéis.
Setor de locação ficará estável até o fim deste ano
Segundo Marconi Dutra, o setor de locação de veículos deve, este ano, ficar estável em comparação a 2015, quando o faturamento das empresas ultrapassou os R$ 16 bilhões, sendo R$ 495 mil aqui na Bahia, que representa 4% de todo o mercado nacional atualmente. No estado existem pouco mais de 260 empresas que, juntas, tem uma frota total de 24 mil veículos. “A crise, de alguma forma, também afetou”, contou o conselheiro da ABLA.
Por outro lado, ele aponta algumas das vantagens para aqueles que pensam em alugar um automóvel e se deslocar pela cidade. “Além da liberdade, o custo é baixo, sem contar que o usuário ainda pode dividir o valor conforme desejar”. Há também o fator de o cliente não precisar se preocupar com o pagamento de, por exemplo, taxas como seguro, sinistro e licenciamento do veículo.

por Yuri Abreu – Publicada em 06/07/2016 09:23:20

Fonte: Tribuna da Bahia

Translate »