Taxistas protestam no PR contra uso de aplicativo de carona remunerada

Cerca de 250 taxistas estão concentrados desde as 9h desta quarta-feira (8) na Rua Manoel Eufrásio, em Curitiba, para protestar contra o aplicativo Uber, que oferece serviços de carona remunerada feitos por cidadãos comuns e está disponível em diversas cidades do país.
A categoria considera que o dispositivo provoca concorrência desleal à categoria, além de ferir a lei. O grupo aderiu a mobilização nacional, prevista para ocorrer em várias cidades durante a manhã.
O Uber seleciona motoristas e faz verificação de antecedentes que variam de país para país, mas não os contrata como funcionários. Em vez disso, o serviço permite que os motoristas usem seu aplicativo para se conectarem com passageiros, cobrando para isso uma comissão sobre o valor da corrida.
“São carros executivos fazendo serviço de taxista. Estamos pedindo que as autoridades tomem providências em relação a isso”, relata o presidente da Rádio Táxi Curitiba, Anderson de Souza Barros.
Em Curitiba, os trabalhadores farão uma manifestação em frente à prefeitura, no Centro Cívico, e vão bloquear todas pistas centrais da Avenida Cândido de Abreu. Apenas as pistas laterais estarão liberadas.
Aproximadamente três mil veículos fazem parte da frota oficial de táxis na capital paranaense. O movimento nacional tem o apoio da Associação Brasileira de Cooperativas e Associações de Táxis (Abracomtaxi).
Por Adriana Justi, do G1 PR.

Translate »