Ser franqueador ou não? Eis a questão

empreendedor

Muitos empreendedores têm o desejo de expandir seu negócio transformando-o em uma rede de franquias, mas poucos deles sabem quando é a melhor hora para isso e, principalmente, se essa é a melhor opção. Por isso, é essencial considerar uma série de fatores antes de tomar essa decisão.
O primeiro passo é entender que para franquear sua companhia, você deverá realizar reestruturações internas. Um novo departamento será necessário para cuidar das unidades vendidas e você deverá oferecer suporte aos seus franqueados. Portanto, se você não estiver disposto a passar por esse processo, é melhor não ir adiante.
Contudo, se até mesmo seu planejamento de expansão está pronto, vá para o passo seguinte: não existe negócio sem clientes. Ou seja: você precisa saber se as pessoas estão interessadas em comprar os produtos ou serviços oferecidos por você.
Antes de gastar dinheiro com consultores de franchising, investigue se a sua ideia tem algum apelo para potenciais franqueados. Crie um plano estratégico e entre em contato com algumas lojas nos pontos onde você pretende abrir novas unidades, apenas para testar se a ideia terá aderência com os comerciantes locais. Proponha parcerias e, caso o resultado seja positivo, aumente a possibilidade de franquias com essas pessoas.
Outro ponto que você deve estudar é o apelo geográfico do seu negócio. Uma companhia que oferece produtos extremamente regionais dificilmente será bem-sucedida ao ser replicada em outras regiões. Por isso, pode ser uma boa ideia analisar seu negócio para garantir que você tenha um apelo geográfico amplo, com demandas reais do mercado pelo seu produto ou serviço.
Durante esses testes, considere assistir algumas conferências e palestras sobre franquias. Varie seu papel, indo como observador, como comprador de franquias em potencial e como possível franqueador, apenas para entender como funcionam as operações de franquias sob todos os ângulos.
Por fim, pesquise outras companhias que tiveram início semelhante ao seu e foram franqueadas, assim como companhias que preferiam se manter como unidades exclusivas.
 
Fonte: www.santanderempreendedor.com.br

Translate »