Rio terá três polos para turismo de eventos pós 2016

Barra da Tijuca, Zona Sul e Centro. Essa será composição da cidade do Rio de Janeiro para turismo de eventos pós os Jogos Rio 2016. Segundo números divulgados pelo Rio Convention & Visitors Bureau (Rio CVB), a cidade terá nessas três regiões 41.400 quartos de hotéis, dos quais 12.500 na Barra, 19.100 na Zona Sul e 9.800 no Centro.
Com novos hotéis na Barra e no Centro, a cidade ganhará mais salas de reuniões e espaços para eventos e convenções.
“Eventos como o Rio Oil & Gas atualmente demandam ocupação hoteleira em toda cidade. Com essa mudança, vamos conseguir concentrar um público específico para um determinado evento numa região, fazendo com que tenhamos mais espaços para vender”, explicou o diretor-executivo do Rio CVB, Michael Nagy, que na última sexta-feira recebeu em sua sala o editor-chefe da PANROTAS, Artur Andrade, a diretora de Marketing da PANROTAS, Heloísa Prass, e o editor Rio de Janeiro da PANROTAS, Diego Verticchio.
Nagy acredita que após os Jogos Rio 2016 não haverá nenhuma cidade na América Latina tão preparada para turismo de eventos quanto a capital fluminense. “O Rio mudou e segue mudando. A cidade está se transformando num produto turístico e o setor de turismo acompanha essa transformação. Nenhuma outra cidade recebeu os dois maiores eventos esportivos do Planeta de forma seguida”, afirmou Nagy lembrando que todo trabalho da sua equipe no Rio CVB é pensando a partir de 2017.
SÃO PAULO
Conforme já noticiado, o Rio CVB prepara para o dia 1º de fevereiro o lançamento do escritório do CVB na cidade de São Paulo. Nagy já tem o nome do executivo que ficará à frente da entidade na filial do escritório e divulgará em breve ao mercado.
Por Diego Verticchio, do Panrotas.

Translate »