Rio recebeu quase 900 mil turistas durante a Copa

A cidade do Rio recebeu 471 mil turistas estrangeiros e 415 mil nacionais durante a Copa do Mundo. O número superou em 47,6% os 600 mil visitantes esperados na cidade. Somente argentinos, foram 77 mil, seguidos por chilenos (45 mil) e colombianos (31 mil). A arrecadação no setor de turismo foi quatro vezes maior do que o esperado: R$ 4,4 bilhões. O gasto médio foi de R$ 639 por dia. O balanço foi divulgado na manhã desta terça-feira em entrevista coletiva do secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira de Mello, e do presidente da RioEventos, Leonardo Maciel, no Centro de Operações da prefeitura.
Antonio Pedro de Mello elogiou a operação para a Copa do Mundo na cidade. Segundo ele, 515 mil torcedores assistiram aos sete jogos no Maracanã, uma média de 74 mil pessoas por jogo, bem próximo da lotação máxima do estádio, de 78 mil.
— A casa ficou cheia em todas os jogos. Além disso, 3,6 bilhões de pessoas assistiram à partida final em todo o mundo e viram a beleza da cidade. A nossa expectativa é de que a cidade mantenha esse fluxo turístico, de alta temporada, pelos próximos sete a dez dias. O Rio foi a capital que mais recebeu turistas durante o Mundial — disse o secretário.
O grande número de turistas já era esperado e não foi novidade para uma cidade que chega a receber um milhão de pessoas, durante o carnaval. No entanto, segundo Antonio Pedro, o público da Copa do Mundo é diferente do que o Rio está acostumado e deverá impulsionar ainda mais o turismo, já que a expectativa é de uma boa propaganda boca a boca.
Os dados apresentados fazem parte de um estudo realizado pelo Observatório de Turismo da UFF/ESPM em parceria com a Riotur e o Sebrae/RJ. A pesquisa apurou que 58% dos entrevistados pretendem voltar ao Rio para acompanhar as Olimpíadas de 2016. Além disso, o grau de satisfação dos estrangeiros foi muito alto: 98,8% tiveram as expectativas (de visitar a cidade) atendidas ou superadas; e 98,3% recomendariam o destino a parentes e amigos.
Mais de um milhão de pessoas assistiram aos jogos nos telões instalados em Copacabana, e 815 mil pessoas passaram pela Fifa Fan Fest. Setenta e duas atrações musicais se apresentaram no palco da arena, totalizando 76 horas de shows e 300 horas de entretenimento.
A taxa média de ocupação dos hotéis na cidade foi de 93,8%, chegando a 97,66% na final, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih/RJ). Já a taxa de ocupação média de albergues foi de 86% durante a Copa, chegando aos 100% na semana da final, de acordo com a Associação Café & Cama e Albergues do Estado do Rio de Janeiro (ACCARJ).
Os dois mais importantes pontos turísticos do Rio também receberam grande quantidade de visitantes: cerca de 296 mil foram ao Cristo Redentor, e 175 mil ao Pão de Açúcar. A média de visitantes no Corcovado é de cinco mil pessoas por dia, mas durante a Copa, foram registrados picos de até 12 mil em um único dia. Já o Pão de Açúcar, que recebe uma média diária de três mil, chegou a receber 8 mil passageiros no bondinho.
Por Bruno Amorim, do O Globo.

Translate »