Preços de passagens e estadia para a Copa do Mundo disparam

aeroporto_galeao
Depois dos gastos do Natal, o torcedor que pretende viajar para ver jogos da Copa do Mundo, no ano que vem, precisa preparar o bolso. No Rio, a busca por reservas em hotéis aumentou. E os valores das diárias, mesmo de aluguel, também dispararam.
A engenheira Beatriz Cassuriaga mostra a sala ampla, onde podem dormir duas pessoas, e o resto do apartamento que tem um quarto e uma suíte. Diante do grande interesse de turistas estrangeiros para alugar na Copa do Mundo, ela decidiu aumentar o valor da diária para R$ 1,5 mil.
“Quase dobrei o preço, e a procura ainda continua muito grande”, conta.
De acordo com um dos principais sites de aluguel de temporada, a busca por estadia no Brasil no período da Copa subiu 200% em relação ao mesmo período do ano passado.
Na última semana, o site de uma grande companhia aérea registrou aumento de 60% na procura por passagens para o período da Copa do Mundo. E duas redes hoteleiras do Rio informaram que os pedidos de reserva cresceram mais de 40% para a mesma época.
Para garantir reservas de hotel, passagem aérea e ingressos, é preciso planejamento. Quatro amigos conseguiram preços bem mais em conta porque organizaram todos os detalhes um ano antes da Copa do Mundo.
Luiz, Anderson, Armínio e Arlem, que leva junto o filho Marx, se conheceram em um jogo do Flamengo na Bolívia no ano passado.
“Pesquisa todo dia. Todo dia entra na internet para ver como está a situação dos ingressos”, aconselha o militar aposentado Luiz Carlos da Silva.
“O Luiz nem dorme por conta disso”, brinca um dos amigos.
Eles gastaram R$ 1,5 mil com voos para o Nordeste e Belo Horizonte. Além disso, vão ficar hospedados em hotéis baratos e casas de amigos.
Eles vão sair do Rio no dia 10 de junho para Salvador, onde verão a repetição da última final da Copa. Depois, seguem para torcer pelo Brasil contra o México em Fortaleza. Dois dias depois, um jogo de zebras em Natal. Lá, a turma vai alugar um carro para curtir o São João em Caruaru, antes de ver um mais um jogão no Recife. O grupo sonha ver o Brasil em Belo Horizonte nas oitvas de final e depois volta para casa de ônibus.
Armínio lamenta apenas ter demorado a comprar um trecho da viagem.
“Rio-Salvador estou pagando três vezes mais do que eles”, conta.
Do Jornal Nacional.

Translate »