Passagem aérea 26,7% mais barata segura alta da inflação

A passagem aérea foi o item que teve maior queda de preços na primeira metade de julho, contribuindo para a prévia da inflação oficial desacelerar no mês, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O item registrou deflação de 26,77% – o grupo transportes como um todo foi o que teve maior variação negativa, de 0,85%. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) desacelerou para alta de 0,17% no mês, após avançar 0,47% em junho.
Além dos transportes, o grupo alimentos e bebidas também contribuiu para a desaceleração dos preços entre a segunda quinzena de junho e a primeira de julho, com queda de 0,3%
Entre os alimentos, destaque para a queda de preços dos produtos batata-inglesa (13,23%), tomate (11,63%), feijão-fradinho (8,04%), cenoura (7,44%), cebola (6,36%), hortaliças (5,33%), feijão-preto (5,32%) e farinha de mandioca (4,60%). O morango foi o item que apresentou maior queda: 19,02%.
Mais caro
A alta de 28,63% nas diárias de hotéis contribuiu para que o grupo despesas pessoais tivesse alta de 1,74% no período. A categoria habitação também apresentou aceleração nos preços, com variação positiva de 0,48% no período.
Do Terra.

Translate »