Para jovens, Facebook já é a principal fonte de informação

O Facebook se tornou a principal fonte de informação para as novas gerações. É o que diz uma pesquisa feita com norte-americanos entre 18 e 34 anos, divulgada nesta semana.
Trata-se de um projeto do Instituto de Imprensa Norte-americano e do Associated Press-NORC Center for Public Affairs Research. Segundo a pesquisa, cerca de 88% dos entrevistados disseram consumir regularmente notícias a partir das redes sociais.
Cerca de 47% afirmaram consumir a maior parte de suas notícias sobre política nacional e governo a partir do Facebook, 62% afirmaram que as redes sociais são fonte primária de notícias sobre assuntos de sociedade, e 41%, para notícias internacionais.
O Facebook é a principal fonte de notícias para 13 de 24 tópicos levantados de notícias, mostra o estudo.
A pesquisa afirma ainda que esses consumidores de notícias são normalmente atraídos por assuntos que seriam normalmente ignorados por eles, não fosse a recomendação ou os comentários de amigos nas redes sociais.
Apesar da noção de que as mídias sociais criam uma “bolha” polarizada, cerca de 70% dos nativos digitais disseram que seus feeds contemplam diferentes pontos de vista – misturados de maneira equilibrada entre aqueles que concordam e discordam dos pontos de vista levantados.
Acesso grátis. A pesquisa oferece um vasto espectro do consumo dos jovens e sua relação com a mídia tradicional.
Apenas 12% dos entrevistados disseram ter pago por uma assinatura de jornal impresso no ano passado, enquanto outros 13% disseram ler um jornal que foi comprado por outra pessoa. Somente 7% das pessoas que responderam à pesquisa disseram pagar uma assinatura digital de um jornal.
Os autores afirmaram que muitos dos entrevistados acreditam que não devem pagar para ter acesso às notícias.
A pesquisa ouviu 1.046 jovens adultos entre 5 de janeiro e 2 de fevereiro.
Do Jornal O Tempo.

Translate »