Oferta da Avianca Brasil cresce 15% em 2015

O vice-presidente comercial, de Marketing e de Cargas da Avianca Brasil, Tarcísio Gargioni, e o presidente da companhia, José Efromovich.
De Panrotas
 
Durante o voo que marcou o fim das operações do MK-28 nas cores da Avianca Brasil, o presidente da empresa, José Efromovich, disse que apesar da situação política e econômica do País, a companhia cresceu 15% em número de assentos oferecidos.

O principal motivo deste incremento foi a substituição gradativa dos oito MK-28 que voavam na empresa por Airbus 320. 
Segundo Efromovich, a ocupação da Avianca Brasil se manteve dentro do esperado ao longo do ano, com um leve aumento após a entrada da aérea na Star Alliance. Apesar dos bons resultados, o empresário disse que para 2016 o cenário é de incerteza. “Poderemos trazer mais duas aeronaves da Airbus no fim do segundo semestre. Mas, isso só vai acontecer se o começo do ano for bastante promissor”, garantiu.
Sobre a possibilidade de um novo destino, além dos 23 que já opera, Efromovich também não confirma nenhuma novidade. De acordo com ele, isso só vai acontecer se o comportamento do mercado melhorar no primeiro semestre. “Desde a nossa reestruturação, nosso foco tem sido colocar mais voos para onde já voamos e não abrir novos destinos. Queremos atender cada vez melhor onde já estamos presentes”, disse. 
TRÊS MILHÕES DE AMIGOS
 
Ainda durante o voo, o vice-presidente comercial, de Marketing e de Cargas, Tarcísio Gargioni, revelou que o Programa Amigo fechou com 11 parceiros para parcerias em pontos de compras. São empresas que atuam no ramo de tecnologia, comércio, rede hoteleira, locadora de carros e de bagagens. “Fecharemos 2015 com 3,4 milhões de passageiros cadastrados no Programa Amigos. Estamos felizes com o resultado e por isso estamos trabalhando para trazer cada vez mais benefícios aos nossos clientes”, concluiu Gargioni. 
Translate »