Motoristas de aluguel que oferecem serviço de luxo causam polêmica com taxistas do DF

Um serviço de motoristas de aluguel com chamadas por aplicativo do celular chegou em Brasília e em poucos meses gera polêmica com os taxistas. O serviço, mesmo funcionando em várias cidades do mundo, aqui ainda não é regulamentado e os taxistas reclamam que estão perdendo os passageiros e que a competição é desleal.
O serviço é oferecido em carros pretos de luxo, com motorista bem vestido. Na viagem, o cliente tem ar condicionado, água a disposição e até carregador de celular.
É essa a ideia do chamado transporte executivo. O responsável pela empresa, explica como funciona o controle dos carros no brasil.
O carro é acionado por um aplicativo de celular. O usuário precisa se cadastrar e colocar os dados do cartão de crédito. Ele recebe a foto do motorista mais próximo.
Para ser motorista executivo é preciso ter ficha limpa e apresentar um nada-consta.
Mas de acordo com a presidente do Sindicato dos taxistas, Maria de Jesus, os taxistas reclamam que agora precisam disputar os clientes com o novo serviço que, segundo ela, é irregular.
— Pirataria disfarçada. Isso aí está escancarado. Chegam os bonitões engravatados em carros pretos para tomar nossas corridas. Quem é que legisla? Quem é o responsável por controlar esse povo? Não temos. É tudo por internet.
A secretaria de mobilidade informou que está estudando o serviço do aplicativo, até mesmo no que se refere à fiscalização e autuação. O órgão alertou que o serviço de táxi sem cadastro é considerado transporte pirata, e dessa forma, pode ser autuado e multado. A secretaria também explica que não considera o serviço seguro no que diz respeito à pessoa e ao trânsito.
O motorista executivo Élton Jorge garante que o serviço é seguro e de boa qualidade. Ele torce para continuar no ramo.
— A gente está sofrendo a retaliação dos taxistas porque eles acham que a gente está tomando os passageiros deles. Mas na verdade a gente é chamado pelo aplicativo. A gente não está andando e procurando passageiro.
Do R7.

Translate »