MG: Fluxo de turistas estrangeiros aumentará 4,5 vezes no período do Mundial

A segunda etapa do estudo realizado pela empresa espanhola Forward Data, junto com a Pires & Associados no Brasil, revela o panorama das chegadas dos principais emissores de turistas para o Brasil nos meses de junho e julho de 2014, com base nas informações disponíveis até 90 dias antes da cerimônia de abertura do Mundial. A pesquisa anterior havia sido feita a 120 dias da Copa.
O levantamento indica que, em relação ao mesmo período de 2013, durante os dias de realização da Copa, o número de turistas estrangeiros que chegarão ao Brasil por via aérea será 4,5 vezes maior. Os dados demonstram uma ligeira redução em relação à pesquisa anterior que revelava um aumento de cinco vezes no número de turistas estrangeiros em relação ao mesmo período em 2013. Segundo a pesquisa, haverá ainda um ajuste adicional com um possível crescimento mais perto do início do campeonato.
De acordo com as reservas, os principais emissores internacionais serão os Estados Unidos, a Alemanha e a Argentina. Belo Horizonte está em 7º lugar em número de visitantes, entre as doze cidades sede. Em 1º lugar está o Rio de Janeiro, seguido de São Paulo e Salvador. Os brasileiros também vão visitar as cidades-sede durante a Copa, e as suas reservas aumentaram 622% no período analisado.
Em Belo Horizonte, a 90 dias da Copa, o aumento era de 234% nas reservas internacionais para a Copa do Mundo. Os principais países emissores são os Estados Unidos, a Colômbia e a Argentina, que passou na frente da Inglaterra. A maioria dos visitantes permanecerá na cidade por mais de 22 dias, podendo visitar ou não outras cidades nesse período. Para o secretário de Estado de Turismo e Esportes de Minas Gerais, Tiago Lacerda, a Copa será uma grande oportunidade de exibição. “Nosso esforço tem a proposta de fazer com que o visitante, a partir da saudade de suas experiências vividas aqui, volte ao nosso estado em companhia de novos visitantes”, diz o secretário.
O estudo será atualizado até a realização do mundial, buscando trazer subsídios para lideranças privadas e públicas do turismo nacional.
Da Agência Minas.
Foto: Leandro Lopes.

Translate »