FCA inaugura centro de P&D em Pernambuco

FCA_640
A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) anunciou nesta semana a instalação de seu Centro de Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação e Engenharia Automotiva no Brasil.
O Centro é o quarto do tipo no mundo e ficará em Pernambuco, sendo formado por quatro unidades: Centro de Software (Recife), Projetos (Cabo de Santo Agostinho), Centro de Testes Veiculares (Jaboatão dos Guararapes) e Campo de Provas (Goiana). Segundo a montadora de veículos, foram investidos R$ 140 milhões na instalação das unidades e todas estarão funcionando até meados de 2016.
O Centro de Software entrou em operação na última quarta-feira e está instalado na área do Porto Digital. Esse centro é o primeiro da FCA na América Latina e desenvolverá aplicações automotivas para controle de motores e transmissões (esse conjunto é chamado de powertrain pela indústria automobilística).
Além de aprimorar a eficiência energética, reduzindo o consumo de combustível e a emissão de poluentes, os software criados pelo Centro terão a missão de melhorar as respostas do veículo para o condutor. “Os carros estão cada vez mais digitais e precisamos trazer o desenvolvimento de software para dentro da companhia para garantir a eficiência”, explica Stefan Ketter, presidente da FCA para a América Latina. De acordo com a FCA, as demais unidades que compõem o complexo começarão a operar em meados de 2016.
Pernambuco foi escolhido para receber o novo complexo tecnológico da FCA por diversos fatores. O primeiro deles é que a nova fábrica da montadora fica no Estado.

Marilu comenta: Inaugurada em abril de 2015, a planta localizada em Goiana produz o Jeep Renegade. Os governos estadual e federal também concederam incentivos tributários a fim de levar a fábrica para o Estado e, assim, estabelecer um polo automobilístico na Região Nordeste.

Outro fator é o contexto geográfico. “Há o Porto de Suape, para a exportação de nossos produtos, e temos a presença do Porto Digital, que é um polo de conhecimento e inovação tecnológica”, diz Ketter. Além disso, a FCA quer aproveitar as condições atmosféricas e climáticas da região para testes. “Temos calor, proximidade com o nível do mar e umidade alta presentes. Essas condições são mais complicadas para um carro e se tornam ideais para nossos testes, por isso essa localização.”
A ideia é que, com o tempo, as instalações do centro passem a receber demandas das demais unidades de pesquisa da montadora no mundo, prestando serviços para outras filiais da FCA.
Parceria com universidades e startups
Durante o processo de implantação do Centro, a FCA firmou parcerias com oito instituições de ensino de Pernambuco e da Paraíba, a fim de formar e qualificar engenheiros, técnicos e demais profissionais da região para atuar no novo centro.
Com o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R.), a FCA fez um programa de residência com engenheiros, mesclando aulas teóricas com atividades práticas sobre sistemas embarcados, desenvolvimento de powertrain, entre outros temas. Dos 38 participantes, 70% foram contratados para atuar no Centro de Software. “A proximidade e a colaboração com startups e o meio acadêmico trazem novas soluções para nossa área digital”, explica Ketter.
Segundo ele, o novo Centro tem todas as condições necessárias para o desenvolvimento completo de um carro da montadora no Brasil no prazo de em cinco anos, contados a partir da inauguração das unidades. “Essa é uma meta ambiciosa, que demanda competência.”
Atualmente, 210 profissionais atuam no Centro de Pesquisa, Desenvolvimento, Inovação e Engenharia Automotiva. O plano da FCA é contratar 500 novos profissionais nos próximos anos para o complexo.
Números enormes: FCA inaugura centro de P&D em Pernambuco foi publicado no ZTOP+ZUMO.
ZTOP
 
Fonte: La Ditta Blog

Translate »