Fábrica da BMW já tem data para ser inaugurada em Araquari

A fabrica da BMW em Araquari, no Norte de Santa Catarina, será inaugurada no dia 9 de outubro. A informação foi confirmada na manhã desta quarta-feira pelo presidente do grupo no Brasil, Arturo Piñeiro, em São Paulo, durante o evento de lançamento no país do i3, o primeiro carro elétrico da marca.
A produção dos carros de luxo começa antes, no dia 30 de setembro. O primeiro modelo a ser fabricado será o Série 3.
Os trabalhos dentro da planta no Norte catarinense, no entanto, já começaram. Parte dos profissionais capacitados no centro de treinamento localizado no Perini Business Park, em Joinville, onde foi instalada uma mini-linha de montagem, já migrou para a fabrica.
Durante o evento, Piñeiro voltou a reforçar que o cronograma estabelecido pela montadora está sendo seguido à risca. Nem mesmo o atual momento difícil da economia nacional, com perspectivas de baixo crescimento e freada no consumo, afeta os planos da empresa.
_ Quando se planeja uma fábrica como essa, já se considera que a economia é cíclica e que esse tipo de cenário poderia ocorrer _ explicou.
Questionado por um jornalista sobre um eventual risco de “favelização” dos carros feitos pela BMW no País, Piñeiro reagiu com um sorriso antes de reafirmar o que tem dito sempre:
_ A BMW jamais construiria uma fábrica no Brasil fora dos padrões de qualidade de todas as suas demais unidades.
Ao contrário do mercado de veículos populares, que prevê um fim de ano difícil, Piñeiro acredita que há espaço e potencial para os veículos Premium. A prova da confiança foi a apresentação surpresa do esportivo i8, também no evento de ontem. O modelo, lançado recentemente nos Estados Unidos, Europa e Japão (principais mercados da BMW), já está disponível no País sob encomenda, a um custo de R$ 799.950.
Mais 700 vagas
Quando estiver em plena operação, até o final do primeiro semestre do ano que vem, a fábrica de Araquari, cujos investimentos somam 200 milhões de euros, vai empregar 1,3 mil pessoas. Cerca de 600 já estão contratadas. O restante das vagas, em sua grande maioria, são para funções operacionais, mas a montadora ainda está recrutando engenheiros especializados.
A capacidade de produção será de 32 mil veículos por ano. O primeiro carro de luxo da marca a sair das linhas de montagem será o Série 3. Outros quatro modelos _ Série 1, x1, x3 e Countryman, este último da marca Mini _ serão fabricados progressivamente, num intervalo de três a quatro meses cada.
Do A Notícia.

Translate »