Com fábrica atrasada, JAC perde incentivo do governo

Desde que anunciou o projeto de construção de uma fábrica no Brasil, a montadora chinesa JAC Motors vem recebendo incentivos do governo para poder importar cotas de carros sem a cobrança dos 30 pontos percentuais de IPI. No entanto, com o atraso nas obras na planta em Camaçari (BA), que já passa de um ano, o apoio foi suspenso, segundo informações do jornal Valor Econômico.
De acordo com a publicação, o benefício vem sendo barrado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comercio Exterior há mais de três meses. Em contato com o iG, a JAC afirmou que essa situação vem sendo negociada com o MDIC durante todo esse tempo e um novo posicionamento do ministério deve ser anunciado a qualquer momento.
O programa Inovar Auto benefícia com isenção de impostos as montadoras que constroem fábricas no Brasil, o que consequentemente gera empregos e aumenta a capacidade de desenvolvimento da indústria brasileira. A mudança na legislação incentivou diversas marcas, que até então trabalhavam apenas com produtos importados, a instalarem linhas de montagens no País, como Land Rover, Chery, BMW e Mercedes-Benz.
Em 2011, para aderir ao programa, a JAC anunciou um investimento de R$ 1 bilhão para a construção de uma fábrica no Brasil com capacidade para produzir 100 mil carros por ano. Houve cerimônia de pedra fundamental em novembro de 2012, que marcou o iniciou as obras que deveriam ser concluídas até o final deste ano, segundo a programação inicial da marca.
Segundo a JAC, a fábrica em Camaçari deve ser inaugurada em janeiro de 2016.
Por Thiago Vinholes, do iG.

Translate »