Brasileiros precisarão de cadastro para entrar na Europa

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, confirmou que o bloco europeu começará a registrar turistas que entrarem em suas fronteiras, incluindo brasileiros. O sistema, proposto pelo poder Executivo da União Europeia, tem como objetivo combater o terrorismo, além de frear a migração para o continente.
“Quando uma pessoa entrar na União Europeia (UE) ela será registrada, tendo que informar lugar, data e motivo da viagem. Esse novo sistema automatizado nos dirá quem está autorizado a transitar pela UE antes que ela efetivamente entre”, disse Juncker durante uma sessão plenária do Parlamento Europeu na França.
O chamado Sistema Europeu de Informação e Autorização de Viagem (Etias, na sigla em inglês) valerá para todos os cidadãos extracomunitários que não precisam de visto para entrar no Espaço Schengen – área de livre circulação de pessoas dentro do bloco -, incluindo brasileiros. O modelo é similar ao adotado nos Estados Unidos e coletará dados dos viajantes antes do embarque, permitindo que a UE determine se sua presença colocará a segurança no bloco em risco e, eventualmente, impeça sua entrada.
Essas informações serão passadas pelos próprios turistas, por meio do preenchimento de um questionário on-line. Não há até o momento prazo para início deste processo, nem informações se este novo sistema será ou não gratuito.
Por Diego Verticchio, do Panrotas.

Translate »