Brasil sobe 23 posições em ranking de melhores países para negócios

Hong Kong liderou a lista por conta do baixo custo para se abrir um negócio na região. O Canadá deixou o sexto para atingir o segundo lugar graças à receptividade de seus consumidores medida pelo tamanho de sua classe média, pelo consumo das famílias e do PIB. Os Estados Unidos caíram da segunda para a terceira colocação por conta do aumento dos custo da criação de empregos no país ante outras economias.
Pelo terceiro ano consecutivo, a Bloomberg analisou seis critérios gerais em 157 países. Foram considerados aspectos como grau de integração econômica, o custo de criação de uma empresa, o custo de mão de obra e materiais, o custo de transporte de mercadorias, a inflação e o nível de corrupção.
Do Portal Terra.

Translate »