8 maneiras de usar as redes sociais para sua startup

usar-redes-sociais-startup
Além de disputar com a concorrência, as novas empresas competem por espaço com todas as formas de marketing digital, não necessariamente ligadas à área. Outro ponto que dificulta o surgimento das startups é a falta de dinheiro para investir nas melhores estratégias de marketing. Por isso, para se destacar no mercado, o trabalho precisa ser muito árduo.

As redes sociais são ferramentas muito indicadas para que as novas empresas consigam lucrar com o marketing online. Além disso, são fundamentais para disseminar possíveis promoções e oportunidades de serviço aos clientes. Para saber como aproveitá-las da melhor maneira possível, confira 8 dicas úteis:
1 – Tenha um fluxo de mídia constante
As redes sociais definem as características da empresa. Portanto, poste textos frequentemente e não exagere no tamanho das publicações. Além disso, deve haver uma constância entre os posts, ou seja, invista em um formato padrão de postagens.
2 – Preocupe-se com os consumidores
Não use as redes sociais apenas para autopromoção da empresa. Invista em postagem de conteúdos que possam interessar aos leitores e, entre eles, insira publicações promocionais.
3 – Crie um vínculo com os seguidores
Para uma empresa, é mais fácil relacionar-se com os antigos e futuros clientes por meio das redes sociais. Faça com que seus seguidores sintam-se importantes para a marca, por meio de postagens que enfatizem essa ideia.
Além disso, não tema as críticas que você receberá por esse veículo. Use-o para responder os consumidores e, consequentemente, mostrar que os serviços de atendimento estão sempre disponíveis. A abertura em relação às criticas é uma característica de poucas companhias e você poderá usar esse atributo como um grande diferencial.
4 – Faça pequenos investimentos em diferentes plataformas
Existem várias ferramentas em que você pode investir, de acordo com seus interesses. Algumas delas são:
“Pay-to-Play” , do Facebook: invista um valor em dinheiro para impulsionar suas publicações. Assim, elas serão mais visualizadas.
– Tweets patrocinados: essa ferramenta atrai mais usuários para o que foi publicado.
– Serviços Premium do LinkedIn: esse site tem um número considerável de plataformas pagantes, como o Navegador de Vendas, que podem ser aproveitadas por startups.
Embora essas ferramentas auxiliem no aumento de lucros das novas empresas, o marketing de conteúdo ainda é o que gera melhores resultados.
5 – Pense criticamente sobre a mensagem
Para emplacar no mercado, é essencial que a empresa realize uma pesquisa de mercado e formule uma proposta única de vendas. Portanto, é importante elaborar bem os posts para que sejam atrativos e bem direcionados ao seu público alvo.
6 – Encontre conteúdos criativos e baratos
Você pode facilmente encontrar conteúdos com bons preços e inovadores na internet, em sites comoCraigslist, Fiverr e Elance. O investimento em conteúdo é essencial e ajudará a construir as características da nova marca.
7 – Otimize páginas internas
Antes de iniciar os trabalhos nas páginas, determine quais ações você quer que o usuário faça durante a navegação. Assim você encontrará ótimas ferramentas para que isso aconteça. Algumas dicas são:
– Encontre plugins que identifiquem e-mails e use programas como MailChimp e Constant Contactpara enviar as campanhas da empresa.
– Use ferramentas gratuitas como o Google Analytics para monitorar o padrão dos visitantes e encontre formas de criar uma navegação agradável pela página.
– Busque serviços baratos e confiáveis para vender os produtos diretamente do site.
8 – Aumente o alcance do conteúdo
Depois que a empresa dispor de um bom conteúdo interno da marca, amplie esse material ao máximo que for possível. Disponibilize-o em todas as redes sociais e grupos que possam ter interesse e, consequentemente, trazer lucros para a empresa.
 
Fonte: Portal Santander Empreendedor

Translate »