Volvo XC90: primeiras impressões

volvo_xc90
Depois de um lançamento a conta-gotas, que incluiu uma decepção no Salão de São Paulo 2014 e uma inovadora venda pela internet, a nova geração do Volvo XC90 desembarca no Brasil neste mês para os fãs mais racionais de SUVs de luxo, como uma alternativa a BMW X5, Audi Q7, Mercedes-Benz ML e Range Rover Sport.
O utilitário esportivo é o primogênito da união entre a cultura sueca e o investimento chinês do grupo Geely, que comprou a Volvo da Ford em 2010 por US$ 2 bilhões e colocou mais US$ 11 bilhões (cerca de R$ 40 bilhões) com “carta branca” para novos produtos.
“Em 4 anos, o XC90 será o modelo mais antigo do nosso showroom, e isto marca um novo começo”, afirmou o CEO da Volvo Cars Brasil, Luis Rezende. Se o modelo servir como medida e inspiração para a nova linha, a marca sueca está no caminho certo.
O novo XC90 é ao mesmo tempo uma afirmação de características regionais, que estão no coração da marca sueca, e um passo rumo ao futuro de carros globais mais seguros, práticos e confortáveis. É uma evolução não só para a marca, mas também para o segmento mais desejado atualmente.
Por Peter Fussy, do G1.

Translate »