Volkswagen do Brasil tem pior resultado de vendas do grupo no mundo em 2016

Volkswagen-Logos1
Balanço comercial divulgado nesta semana pela Volkswagen confirma que a divisão brasileira da empresa registrou o pior resultado global entre as filiais. De acordo com o levantamento, a companhia vendeu 37,6% a menos no Brasil no primeiro trimestre deste ano e amargou o pior desempenho de todo o grupo. Foram vendidos no período apenas 63.703 veículos, enquanto na mesma época do ano passado foram entregues mais de 102 mil unidades.
Diante do resultado, o Brasil perde significativa participação nos resultados gerais da empresa. Até pouco tempo, por exemplo, o país era o terceiro maior mercado global da marca. Hoje é apenas o sétimo e o corre sério risco de cair para oitavo com a ascensão da Itália. As primeiras colocações estão com China, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, França e Espanha. A marca avalia que o mercado nacional retrocedeu uma década, para os níveis de 2006.
Basicamente, a Volks vende hoje apenas um terço do que vendia em 2011, quando emplacou mais de 166 mil unidades igualmente no primeiro trimestre. Entre outras explicações para a baixa, a marca elenca o aprofundamento da crise econômica, as incertezas políticas e o aumento dos juros. Na contagem geral, apenas dois modelos fecharam o trimestre com vendas em alta: o Audi A3 e o Jetta.
Do VW Group, com Carplace.

Translate »