Volkswagen desaba em setembro e some do ranking de vendas

1) CHEVROLET ONIX, com 12.595 unidades emplacadas em setembro de 2016.
Fonte: AutoInforme VEJA MAIS  >Imagem: Murilo Góes/UOL

A Volkswagen, que costuma figurar com os modelos Gol e Fox em lista mensal dos 15 carros mais vendidos do Brasil, simplesmente desapareceu do ranking de vendas de setembro, conforme dados revelados pelo blogueiro do UOL e especialista Joel Leite nesta segunda-feira (3).
Para se ter ideia, o veículo mais vendido da marca no mês passado foi o Fox, na 21º posição, com ínfimas 2.473 unidades.

O que houve?

Há uma explicação para isso: as quatro fábricas da marca — Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP); São Carlos (SP); Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR) — ficaram cerca de 30 dias totalmente paradas, entre agosto e setembro, sem qualquer tipo de produção, por conta de problemas de fornecimento de peças.
De acordo com a montadora, a “empresa já trabalha para retomar a fabricação de seus carros e recuperar posições no mercado”. Em setembro, a Volks foi a sétima colocada entre as marcas, segundo dados da AutoInforme.
“A Volkswagen planeja acelerar sua produção para um volume de 50 mil carros por mês, em outubro e novembro, reabastecendo sua rede de concessionários em todo o país”, declarou a fabricante em comunicado enviado para UOL Carros.
Confira o comunicado na íntegra:
Após um período de paralisação nas quatro fábricas, decorrente de problemas de fornecimento de peças, a Volkswagen trabalha neste momento no sentido de retomar a fabricação de seus carros e recuperar posições no mercado.
A produção em Taubaté, São José dos Pinhais e São Carlos foi retomada no dia 15/09 e a unidade Anchieta retornou às atividades no dia 20/09, permitindo que a produção seja normalizada ao longo das próximas semanas.
A Volkswagen planeja acelerar sua produção para um volume de 50 mil carros por mês em outubro e novembro, reabastecendo sua rede de concessionários em todo o país e voltando a oferecer o mais completo portfólio de produtos aos consumidores brasileiros, além de atender às demandas de exportações.
Fonte: UOL Carros

Translate »