Vendas da Renault têm crescimento recorde global

renault

De Automotive Business
As vendas globais do Grupo Renault registraram crescimento recorde no primeiro semestre de 2016. Com 1,57 milhão de unidades vendidas, os negócios da companhia avançaram 13,4%, incluindo a marca Dacia. O mercado europeu deu forte contribuição ao bom resultado, com aumento de 14% na demanda, para 606,9 mil unidades descontado o volume licenciado na França. Segundo a fabricante, a alta reflete o bom resultado da renovação da gama na região, com modelos como Kadjar, Espace, Talisman e novo Megane.
Fora do continente os emplacamentos de veículos do grupo cresceram 12,5% no semestre, impulsionados pela região que inclui África e Oriente Médio, onde a evolução chegou a 38,2%, para 208,6 mil carros. Na região Ásia-Pacífico a empresa vendeu 66,7 mil carros, com expansão de 12,8%. O bom resultado não foi reproduzido nas Américas, onde os negócios do Grupo Renault encolheram 3,1% para 158,1 mil unidades.
O Brasil, principal mercado latino-americano, foi um dos motivos para a retração da região. O país, que chegou a ocupar a posição de segundo maior mercado da companhia no mundo, desceu para a sétima colocação, com 69,8 mil emplacamentos na primeira metade do ano. Comunicado divulgado pela empresa indica que as turbulências no País, na Rússia e na Argélia impactaram os resultados. Ainda assim, a empresa destaca ter conquistado market share nestas três regiões.
As vendas globais da marca Renault avançaram 16% para 1,2 milhão de carros. Enquanto isso, os negócios da Dacia cresceram para 297 mil veículos, com alta de 2,5% na comparação com o primeiro semestre de 2015. Já a Renault Samsung Motors, joint venture da companhia na Coreia, cresceu 25,9%, para 46,9 mil emplacamentos. Com os resultados, a empresas espera continuar ampliando os negócios no segundo semestre e reforçar a sua presença em todas as regiões.
Fonte: ABLA

Translate »