Toyota será a marca mais vendida no mundo em 2013

toyota 1

De Webmotors

Ninguém tira da Toyota a posição de líder mundial de vendas de veículos este ano, ela que é responsável por um de cada dez carros vendidos em todo o mundo.
A marca japonesa encerrou o período janeiro-outubro com 6.727.753 unidades vendidas, com uma participação de 9,7% nas vendas globais e 1,4 milhão à frente da segunda colocada, a Volkswagen, que não esconde o desejo de se tornar a número um do mundo, mas ainda está longe de atingir esse objetivo. A Volkswagen vendeu no período 5.306.607 unidades e ficou com 7,7% de participação.
As duas estadunidenses, Ford e Chevrolet, aparecem em seguida, na terceira e quarta posições. A Ford vendeu 4.743.359 unidades no período e ficou com 6,9% do mercado mundial e a Chevrolet 4.088.211 (5,9%).
A Hyundai aparece na quinta posição entre as marcas mais vendidas em 2013, com 3.704.04 unidades (5,4%), seguida pela Nissan (3.632.945 unidades), Honda (3.311.604), Kia (2.170.844), Renault (1.666.275) e Fiat (1.508.541), que completam a lista das dez marcas mais vendidas no mundo, nesta ordem.
Mas o poder das grandes montadoras é ainda maior do que esse ranking supõe. Observe que as gigantes do setor se agigantam ainda mais se considerarmos os grupos econômicos responsáveis pela produção e comercialização das marcas.
A Chevrolet, por exemplo é apenas uma (a maior, é verdade) das marcas produzidas pela poderosa General Motors Corporation, que tem, por exemplo, a Opel, sua marca na Europa, que já vendeu este ano 859.808 unidades; a Buick (814.570) e a GMC, que vendeu 462.774 unidades. As quatro somadas representam uma participação de 9% nas vendas globais. A corporação estadunidense estaria, então, bem próxima da Toyota? Não, se adicionarmos as outras marcas do grupo japonês: a Daihatsu vendeu 694.915 unidades e a Lexus 354.392. No total, o grupo Toyota tem 11,2% do mercado mundial.
Se incluir a Kia nas vendas (já que a marca pertence à empresa coreana), a Hyundai sobe para 5.874.893 unidades, o que representa 8,5% do mercado mundial.
Juntas, Renault e Nissan + Dácia, que pertence ao grupo francês, têm 5,6 milhões de unidades, deixando a Aliança com 8,2% das vendas.
Nos números da Volkswagen é preciso acrescentar os da Audi (1.313.978 unidades), da Skoda (760.001) e os da Seat (297.266) para conhecer o poder do grupo Volkswagen, que fica com 11,1%, ou 7.677.852 unidades no período de janeiro a outubro deste ano.
Confira no link abaixo a relação completa das montadoras.
 
Fonte: ABLA

Translate »