Simulador encarece preço da CNH em até 20%

De Dia a Dia

simulador 1

Norma é válida só para categoria B; Valor para obter a habilitação para dirigir deve subir em R$ 250
 

Muita gente prometeu, no último réveillon que “de 2014 não passa” e vai correr atrás da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). No entanto, quem quiser tirar a habilitação para dirigir a partir de agora terá que passar por cinco aulas em um simulador de direção instalado nas autoescolas.

 

A nova regra, no entanto, causou um aumento de até 20% no valor gasto na emissão do documento. Antes da mudança, em média, o candidato a condutor desembolsava cerca de R$ 1,2 mil. Com a alteração, o valor subirá até R$ 250. Os dados são da Federação Nacional das Autoescolas (Feneauto).

 

A norma é válida apenas para a categoria B, que é a categoria de habilitação para automóvel. Além disso, nenhuma aula simulada terá caráter eliminatório e não haverá provas ou avaliações no simulador.

 

 

Cada aula terá 30 minutos e todas devem ser feitas obrigatoriamente antes das aulas práticas, justamente para dar ao candidato maior segurança no momento em que ele for pegar um carro verdadeiro para dirigir. As aulas práticas continuam sendo 20 aulas de 50 minutos cada.

 

Ainda segundo a Feneauto, o custo médio de um aparelho simulador é de R$ 40 mil, mas é possível obtê-lo por comodato. Vale lembrar que o custo será repassado para o consumidor.

 

As autoescolas não são obrigadas a ter a máquina e podem dividir o equipamento com outras empresas, desde que o aparelho utilizado esteja com a manutenção em dia. A taxa para a manutenção varia de R$ 750 a R$ 1.750 e deve ser feita mensalmente.

 

Fonte: Portal do Trânsito
Translate »