Sete bairros concentram desova de carros roubados em SP

Sete regiões da capital paulista tiveram, em 2013, mais veículos encontrados pela polícia do que roubados ou furtados. O grupo é exceção na cidade, em, no geral, é recuperado apenas um em cada três carros levados por bandidos (veja mapa abaixo).
O melhor saldo é o do distrito policial da Vila Penteado, na zona norte: 379 mais carros recuperados do que roubados e furtados. Em seguida estão três distritos da zona sul Sacomã (350), Jardim Taboão (332), Jardim Miriam (222).
A região de Cidade Tiradentes, na zona leste, tem o quinto melhor resultado (186), seguido pelo Jaçanã (92), na zona norte. O Capão Redondo, na zona sul, é o último distrito com salto positivo: quatro carros recuperados. Os outros 86 distritos policiais da cidade têm saldo negativo.
Fora dos desmanches
Para o especialista em segurança Jorge Lordello, há dois tipos de roubo e furto de carro. No primeiro, o alvo principal da ação é o próprio carro, que acaba sendo levado para um desmanche. No segundo, o alvo principal da ação é outro que não o veículo.
— Quando o alvo é o próprio veículo, é difícil a recuperação. Em geral, o veículo é desmanchado logo em seguida. A localização ocorre quando o criminoso usa o veículo para, digamos, recreação. É o caso desses adolescentes infratores que furtam carros a partir dos 12, 13 anos. Furtam e depois abandonam. Ocorre a localização também quando o veículo é usado para cometer algum outro crime, como transporte de drogas, assalto, sequestro relâmpagos.
Para Lordello, nessa situação é comum que os criminosos deixem veículos perto dos locais onde moram.
— Na minha visão, a localização de carros nesses bairros, que são, na maioria periféricos, ocorre mais por causa desses casos do que propriamente pela presença de desmanches.
Menos policiamento
Celso Cavallini, presidente do Conseg do Jardim Taboão, afirma que o grande número de localização de veículos no bairro dificultava, até o ano passado, o policiamento.
— O que ocorria era que, quando se localizava um veículo, era necessário o empenho de duas viaturas da PM na ocorrência: uma para preservar o local para perícia e outra para apresentar o caso no distrito policial.
Cavallini afirma que, desde o final do ano passado, a perícia do carro localizado não precisa ser mais realizada no local do encontro.
— Isso facilitou um pouco, pois agora perdemos apenas uma viatura no caso.
Metas
Barrar o aumento de roubos e furos de carros no Estado é uma das metas da Secretaria da Segurança Pùblica neste início de ano. Policiais que cumprirem o objetivo podem receber bônus de até R$ 2 mil por trimestre.
Nesta ano, também entrou em vigor lei que regulamenta a atuação dos desmanches. A nova norma é uma aposta da gestão para reduzir os crimes contra o patrimônio.
Por Alvaro Magalhães, do R7.

Translate »