Será o fim das chaves dos carros como conhecemos?

size_810_16_9_aluguel-carro

Elas já foram simples pedaços de metal, passaram a ter plástico, botões e até mesmo desenho estudado para marcar. Símbolo de status para algumas pessoas, as chaves dos carros podem estar com os dias contados da forma que conhecemos. Ao menos é para isso que fabricantes e fornecedores da indústria automotiva estão se preparando.

Durante o Salão de Frankfurt, a BMW já questionou a existência e necessidade da chave em sua forma física. Dependendo da tecnologia envolvida, elas são caras (de produzir e repor em caso de perdas) e, com a “popularização” dos sistemas de abertura e partida com chave presencial, não há uma real e necessária função para a peça física.

A Continental, fornecedora de tecnologia e itens para diversas montadoras, já prepara terreno neste novo mundo. Ela colocará em 1.000 carros de aluguel um protótipo que eliminará a chave, substituída por um aplicativo de celular e uma central verificadora, que se comunica com o smartphone via Bluetooth ou NFC (sensor de proximidade). Segundo a empresa, isso agilizará e facilitará o processo de aluguel, já que o cliente, que já fez a reserva online, não precisará passar em nenhum local para buscar a chave de seu carro.

Em Frankfurt, a Continental apresentou um sistema de emergência para estes casos. Se a bateria do carro acabar, a porta possui uma pequena carga, suficiente para funcionar o leitor de informações e fazer, ao menos, a abertura das portas. E se a bateria do celular acabar? Por enquanto, terá que colocá-lo na tomada antes de sair com o carro…

Por Leo Fortunatti, do Carplace.

Translate »