Salão do Automóvel de São Paulo será realizado em novo endereço

Salão-do-Automovel-de-São-Paulo

São 52 anos de história. E, agora, sob a #nadaseracomoantes, a organização do Salão do Automóvel de São Paulo promoverá série de mudanças. A principal delas é o local. Depois de 28 edições sediadas no Pavilhão de Exposições do Anhembi, a 29ª terá como palco o São Paulo Expo, antigo Centro de Exposições Imigrantes, que fica no km 1,5 da rodovia que leva o mesmo nome.
Lá, 90 mil m² (metros quadrados) serão destinados à feira, que redefinirá a configuração dos estandes, já que o prédio deixa de ser em formato quadrado. E o novo espaço (que fica pronto no fim de abril), contará com ar-condicionado – problema constantemente relatado pelos visitantes. Por falar nisso, a Reed Exhibitions Alcantara Machado, que organiza o evento, espera receber o mesmo número de pessoas da última edição, 750 mil. Do lado de fora, 20 mil m² serão voltados às pistas para test-drive (off-road e on-road) e haverá 6.000 vagas de estacionamento – 4.500 delas cobertas, vulgo edifício garagem.

Ainda não se sabe quais preços serão praticados no estacionamento (a empresa é terceirizada), mas o público contará com mais facilidade, pois poderá realizar o pagamento no ato da entrada ou antes de ir embora, por meio de máquinas eletrônicas espalhadas pelo pavilhão, como nos shoppings centers, por exemplo. Sem contar que leitores do ‘Sem Parar’ estarão presentes em todas as cancelas, facilitando o trânsito local.
E, para quem for de transporte público, o local (que está fora da zona de rodízio municipal e receberá novas alças de acesso) fica a 850 metros do Metrô Jabaquara (antes, a estação mais próxima estava a 1,5 quilômetro do Anhembi). O aeroporto de Congonhas está a dez minutos do São Paulo Expo.
DATAS E INGRESSOS – O que muda também é a data. Costumeiramente realizado em outubro, o evento (que é um dos maiores do mundo, ficando ao lado do de Paris, Frankfurt, Tókio, Detroit e Genebra) foi realocado para o mês de novembro. Será entre os dias 10 e 20. E, aproveitando a paixão por carros alimentada pelos brasileiros, os valores dos ingressos estão lá em cima. São cobrados R$ 40 (apenas para visitação no primeiro dia do evento); R$ 70 em dias de semana e no último domingo; e, aos fins de semana e no feriado (do dia 15) o ingresso sai a R$ 95. Vale ressaltar que podem ser comprados antecipadamente – desde ontem – via internet.
Para justificar os valores, a organização promete série de novidades no setor automotivo. Até agora, são 30 montadoras já confirmadas, como Audi, BMW, Fiat, Honda, Kia, Mercedes-Benz, entre outras. No total, espera-se 90 expositores.

Fonte: Diário do Grande ABC

Translate »