Salão de Detroit tem lançamento de esportivos e híbridos

detroit

Apesar do frio e das temperaturas negativas, o dia de abertura do Salão de Detroit foi marcado pela apresentação de esportivos e híbridos. Duas das marcas com sede na cidade, GM e Ford apresentaram grandes novidades na terça-feira (12). As “estrangeiras”, também mostraram veículos inéditos ou novas gerações de modelos conhecidos. O dia começou com a Chevrolet revelando a segunda geração do híbrido Volt, e apresentando seu “irmão menor”, chamado de Bolt. Este último, mesmo que em forma de conceito, antecipa a versão de um modelo híbrido “de entrada”.
Segundo a GM, ele deverá ser vendido por volta dos US$ 30 mil (em torno de R$ 80 mil, na conversão do dia). Com autonomia de 320 km, ele deve ser lançado oficialmente em até dois anos. Já o Volt, foi completamente reestilizado, de acordo com o que os donos do carro relataram à GM. A autonomia foi estendida para 640 km, no modo combinado. A bateria do Volt ganhou capacidade (18.4Wh) e ficou mais leve, enquanto o propulsor a combustão mudou.
Agora, o motor é de 1.5 litro, 5% mais eficiente. Ou seja usa menos combustível, e o carro pesa 45 kg a menos. A aceleração em baixa velocidade também melhorou: de zero a 100km/h em 8,4 segundos.
Montadora alemã, a Volkswagen mostrou ao público um modelo desenvolvido especialmente para os Estados Unidos. O conceito Cross Coupé GTE é um SUV médio, que antecipa as linhas de um futuro modelo de produção.
Ele conta com um motor V6 de 3.6 litros, além de outros dois elétricos. No total, são 360 cavalos e 35,7 kgfm, que fazem o jipão acelerar de 0 a 100 km/h em 6 segundos. No modo elétrico, é possível rodar até 32 km, sem gastar uma gota de gasolina.
A Ford foi a protagonista do lançamento de maior destaque do dia, a nova geração do esportivo GT. O modelo carrega apenas o nome daquele cupê que deixou de ser vendido em 2007. O carro de 2015 é completamente novo.
Com produção prevista para 2016, ele carrega um novo motor V6 EcoBoost que irá superar os 600 cv. Será o mais potente da linha, de acordo com a montadora.
A fabricante não divulgou detalhes técnicos do superesportivo, como velocidade e aceleração, mas informou que ele terá carroceria superleve, feita em parte com fibra de carbono. A transmissão será de dupla embreagem com 7 velocidades.
A Acura, marca de luxo que pertence a Honda, apresentou a reedição de outro esportivo, o NSX. Depois de várias aparições como conceito, o cupê foi confirmado. Ele chegará ao mercado americano ainda este ano, com um inédito conjunto híbrido.
O motor a combustão é um V6 biturbo com injeção direta, enquanto a transmissão será automatizada de dupla embreagem e nove marchas. As três unidades elétricas complementarão a potência, que não foi divulgada. A tração será integral.
Fonte: ABLA

Translate »