Pedestres são as principais vítimas de acidentes de trânsito no mundo

 pedestres

Andar a pé é o meio de transporte mais comum e representa 50% dos deslocamentos em áreas urbanas, mas é preciso ter cuidado
 
Dados de pesquisa divulgada pela Allianz Seguros registram que os pedestres são as maiores vítimas de acidentes de trânsito. Por ano, morrem mais de 20 mil em todo o mundo, o que coloca os pedestres como o grupo mais vulnerável.
 
Desde 1998, o Brasil ultrapassou o dobro da frota de carros, mas a segurança rodoviária não cresceu proporcionalmente. Nos acidentes rodoviários, só os pedestres brasileiros representam entre 28% e 36% de todas as mortes.
 
O número se torna grande quando comparado, por exemplo, à Holanda que responde por 10% do total de mortes de pedestres, a menor proporção entre os países da União Europeia. As vias americanas também respondem por um valor inferior, correspondente a 17%.
 
A boa notícia é que, entre os usuários de estradas no Brasil, os pedestres são o único grupo que apresenta declínio nas taxas de mortalidade.
Maior risco
Dois fatores citados pela pesquisa, que influem diretamente na fatalidade das ocorrências, são: o desenvolvimento do país e a velocidade do veículo no momento do acidente.
 
O Brasil, se comparado a países como o Mianmar, que tem a mais alta proporção de mortes entre pedestres, ou com a Índia, que responde por cerca de 60% de todas as mortes em áreas urbanas, está em situação menos grave. A condição se torna ainda mais crítica em países de renda baixa e média, onde 84% das estradas não têm calçadas.
 
Se o pedestre for atingido por um carro a 30 km/h é 80% menos fatal que se fosse atingido a 50 Km/h. Já quase nenhuma chance existe se for atingido por um veículo a 80 Km/h.
 
Um terceiro ponto a ser ressaltado, é que a ingestão de bebida alcoólica, ao contrário do que se pensa, não é um problema que diz respeito apenas aos motoristas. Estudos mostraram que foi detectado alcool no sangue de 90% dos pedestres feridos em acidentes.
 
O Grupo Allianz é um dos líderes globais em serviços de seguros, financeiros e de administração de fundos, que além de oferecer produtos e serviços, também atua na área de pesquisa de grandes riscos, estudos de sustentabilidade e nos investimentos em fontes renováveis de energia.
 
Fonte: Portal do Trânsito

Translate »