Numa mesma rotação, o consumo muda conforme a marcha utilizada?

cambio-carro

O consumo é igual da primeira à quinta marcha se mantivermos sempre a mesma rotação? – Agnaldo Batista Silva, Divinópolis (MG).

Para chegar à resposta, vamos primeiro lembrar que a velocidade do carro em uma mesma rotação será sempre maior quanto mais alta a marcha – e que, na prática, por causa das resistências aerodinâmicas e de rolamento dos pneus, quanto maior a velocidade, maior o consumo. Agora vamos levantar três condições diferentes de rodagem:

1) Pista plana: a cada marcha mais alta, a redução na transmissão é menor. Assim, a velocidade do carro é maior e o torque disponível na roda é menor, apesar de o torque do motor manter-se constante. Como há a resistência aerodinâmica, que cresce com o quadrado da velocidade, ela soma-se à resistência ao rolamento dos pneus e torna-se necessário fornecer mais combustível ao motor para que a rotação não caia. Consequência: maior consumo a cada marcha mais alta, apesar da rotação constante do motor.

2) Pista inclinada ascendente: o consumo também será maior com uma marcha mais alta porque, além das resistências mencionadas, soma-se a componente da massa do veículo atuando no sentido oposto ao movimento.

3) Pista inclinada descendente: o efeito das resistências, dependendo do ângulo da pista, pode ser anulado, tornando teoricamente possível uma situação em que seja desnecessário fornecer mais combustível ao motor para mantê-lo na mesma rotação. Nessa situação, utilizar uma marcha mais alta pode reduzir o consumo. Mas se não houver pressão no acelerador, ocorre o cut off (a injeção corta o combustível), e aí o consumo em qualquer marcha é o mesmo: zero.

Da Revista Quatro Rodas.

Translate »