Vendas de veículos crescem 3,5% em outubro, aponta Fenabrave

As vendas de veículos cresceram 3,5% em outubro, apontou a federação dos concessionários, a Fenabrave, nesta segunda-feira (3). Foram emplacados 306.875 carros, caminhões e ônibus. O resultado é na comparação com setembro. Em relação a outubro de 2013, houve 7% de queda.
Na comparação mensal, foi registrada alta em todos os segmentos. O de automóveis e comerciais leves (picapes, SUVs e minivans) cresceu 3,15%, com 291.412 unidades emplacadas.
O Fiat Palio liderou pelo quinto mês consecutivo. O Volkswagen Gol, que ainda se mantém líder no acumulado do ano, mas com diferença cada vez menor, ficou apenas em quarto. O segundo lugar no ranking de vendas de carros em outubro ficou com o Chevrolet Onix, seguido pela picape Fiat Strada.
O segmento de caminhões teve 8,08% mais vendas do que em setembro, com 12.298 emplacamentos. O de ônibus registrou alta ainda maior, de 26,7%, com 3.165 unidades comercializadas.
No de motos, contado à parte, foram vendidas 120.348 unidades, uma leve alta, de 0,42% sobre o resultado de setembro.
Ano ‘perdido’
Apesar de dados positivos em setembro e outro, nos 10 primeiros meses do ano as vendas de veículos acumulam queda de 8,91% sobre o mesmo período de 2013, confirmando o que alguns executivos da indústria chamam de “ano perdido”. Foram emplacadas 2.833.239 unidades entre janeiro e outubro.
O resultado no ano é puxado pelos carros, que acumulam 8,69% de recuo em relação às vendas de 2013. Os automóveis e comerciais leves respondem por quase 65% do total de veículos emplacados no país. “Se computarmos apenas o número as vendas acumuladas em dias úteis, a queda seria de 6,9%, já que tivemos até agora, em 2014, 206 dias úteis, ante 210 em 2013. Esta diferença já representa um bom volume no comparativo”, comenta o presidente da Fenabrave, Flavio Meneghetti.
Mas ele espera um aquecimento nas vendas até o final do ano, devido à antecipação de compras por conta do fim do benefício do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), programado para o dia 31 de dezembro.
“Com isso, imaginamos encerrar o ano com cerca de 5% a 6% de queda nas vendas”, completou Meneghetti. Durante o anúncio na segunda-feira, o executivo havia afirmado que esperava uma alta no mesmo percentual, mas a Fenabrave corrigiu a informação para queda nesta terça-feira.
As motos, responsáveis por 27,7% das vendas, registram queda de 5% no acumulado do ano na comparação com 2013. Foram vendidas 1.190.242 unidades entre janeiro e outubro.
A comercialização de caminhões tem sido 9% inferior à de 2013, que já foi considerado um ano fraco, com 112.390 unidades emplacas nos 10 primeiros meses. Para ônibus, a queda é menor, de 0,53%, com 25.537 emplacamentos neste ano.
Do G1.
 

Translate »