Veículo Blindado para a classe média, você já pensou nisso?

logo-locblind
Você já pensou um dia em ter um veículo blindado? Ano após ano, uma maior parcela dos brasileiros passa a considerar esta possibilidade. A falta de segurança nas grandes cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, somadas aos crescentes índices de violência faz com que os mais favorecidos financeiramente invistam um dinheiro alto para blindarem seus automóveis e circular pelos centros urbanos com mais segurança.
O Brasil possui uma frota de aproximadamente 120 mil veículos blindados. Para termos uma idéia, no ano de 2003 o número de carros com proteção balística no país era de 22 mil veículos, o que representa um crescimento estrondoso de 445% em dez anos.
 
Hoje, o mercado brasileiro de blindagens civis é o maior do mundo, recorde do qual não podemos nos orgulhar nem um pouco. Em média, uma pessoa gasta cerca de R$ 50.000,00 para blindar um veículo, o que não deixa de ser um valor significativo nem mesmo mesmo para os veículos de alto Luxo.
Mesmo assim, trata-se de um mercado promissor e, de acordo com a Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin), apresenta um crescimento de 5% ao ano. Para ganhar uma parcela deste nicho de mercado, a DuPont Armura, investiu muito em alta tecnologia para obter um sistema de blindagem de altíssima qualidade, porem mais acessível, que chega a custar até 50% menos que a blindagem tradicional.
O grande diferencial da marca foi desenvolver kits pré-moldados para alguns modelos de automóveis mais comercializados, e com preços que variam de R$ 21.950,00 a R$ 37.500,00. Outro diferencial da Armura, é ser mais leve, adicionando cerca de 90
quilos ao veículo, enquanto a proteção mais comum pode adicionar até 170 quilos extras, não provoca alterações significativas no desempenho e consumo de combustível, pneus e no sistema de freios e, além disso, a instalação é feita em até 20 dias úteis.
Embora o produto Armura seja certificado pelo Ministério da Defesa, ele se enquadra no nível I da norma NBR 15000 da ABNT que oferece proteção contra tiros de armas calibres .22 e .38, segundo dados oficiais, são os calibres mais utilizados em assaltos urbanos, pois geralmente são armas que os bandidos roubam de vigilantes e seguranças particulares de estabelecimentos comerciais.
No entanto, a blindagem mais praticada no mercado ainda seja a de nível III-A, que suporta até tiros de submetralhadoras (pistolas) 9mm e revólveres .44 Magnum, acredita-se que a classe média não irá poupar esforços para instalar a proteção balística mais em conta, o que não deixa de ser uma vantagem, pois, é melhor estar 10% mais protegido do que nada.
Por fim vale ressaltar, que para se ter um veículo blindado é necessário autorizações Especias das Forças Armadas e da Polícia Civil e a acima de tudo, pesquisar bastante antes de adquirir a Blindagem, procurar por empresas tdevidamente regularizadas, que utilizem produtos de qualidade e que disponham de técnicas para fazer a instalação adequadamente.
Infelizmente a violência é uma realidade em nosso país, estamos expostos a ela e devemos encontrar meios para minimizar seus efeitos em nossas vidas.

Por: Flavio Gerdulo

Locblind – Locação de Blindados

www.locblind.com.br

Translate »