MS amplia produção de biodiesel em 0,92% entre janeiro e maio de 2015

Estado processou 90,456 milhões de litros do biocombustível esse ano. Maior parte da produção, 69,10% veio da Cargill, em Três Lagoas.

Diesel comercializado atualmente no país conta com percentual de 7% de biodiesel (Foto: Reprodução/TV Morena)
Diesel comercializado atualmente no país conta com percentual de 7% de biodiesel (Foto: Reprodução/TV Morena)

A produção de biodiesel teve uma pequena alta, 0,92%, em Mato Grosso do Sul no acumulado de janeiro a maio de 2015 frente ao mesmo intervalo de tempo de 2014, passando de 89,631 milhões de litros para 90,456 milhões de litros, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No país, o processamento do biocombustível teve um incremento bem maior, 28,39%, subindo de 1,253 bilhão de litros para 1,609 bilhão de litros na comparação destes mesmos períodos dos dois anos.

Com o volume de produção acumulado entre janeiro e maio deste ano, Mato Grosso do Sul terminou essa parcial do ano como o sexto maior produtor de biodiesel do Brasil. Ficou atrás somente do Rio Grande do Sul, com 442,415 milhões de litros; Mato Grosso, com 316,684 milhões; Goiás, com 293,954 milhões; Paraná, com 142,877 milhões, e São Paulo, com 98,009 milhões.

Usinas de MS

De acordo com a ANP, 69,10% da produção de biodiesel de Mato Grosso do Sul nestes primeiros cinco meses de 2015 veio da planta de processamento da Cargill, em Três Lagoas, que fabricou 62,505 milhões de litros de biocombustível.
Depois aparece a Delta, em Rio Brilhante, com 27,51% do processamento sul-mato-grossense no período, o equivalente a 24,889 milhões de litros e em terceiro a Biocar, em Dourados, com 3,38% o que representou 3,061 milhões de litros.

G1.

Translate »