Carro com mecânica alimentada a ar deve ser lançado até 2016

ar

De Notícias.com.br

Um projeto da PSA Peugeot Citroën promete oferecer ao mercado automotivo mundial um carro movido a ar. Utilizando como base o motor a gasolina e o sistema hidráulico, os engenheiros afirmam ter superado a principal dificuldade de se desenvolver projetos de combustão a ar, que é a necessidade de comprimir o ar.
 
O projeto Hybrid Air apresenta um sistema formado por dois tanques de nitrogênio, uma bomba hidráulica e um motor convencional movido a gasolina, relativamente simples e bastante eficiente. Com isso, o carro não será movido integralmente a ar, mas produz redução de 60% a 80% do consumo de combustíveis convencionais.
 
Neste caso, o bólido da Peugeot Citroën deve ser como um híbrido elétrico-gasolina, só que muito mais leve e barato, e ainda economizando espaço pela eliminação do uso de grandes baterias de longa duração. Os resultados dos experimentos da companhia repercutiram tanto que os veículos devem entrar logo em produção.
 
Estima-se que os subcompactos europeus da empresa devem apresentar essa opção a partir de 2016, com pouca variação de valor em relação aos carros movidos a gasolina.
 
Tecnologia a favor do trânsito: Retrovisor LCD é novidade da Nissan para 2014
 
O uso de câmeras para auxiliar os motoristas no trânsito não é novidade, especialmente em ônibus e outros grandes veículos. Mas a Nissan está implantando a tecnologia em carros de passeio, aumentando a segurança na hora de conduzir o carro com a otimização do retrovisor dos veículos.
 
O sistema integra retrovisor com tela LCD e uma câmera instalada na parte traseira do carro, que pode ser acionada com um simples toque. A inovação é importante especialmente em condições adversas de visibilidade, como ao dirigir a noite em grandes rodovias sem iluminação. O retrovisor pode ser alternado entre imagens em vídeo e a função comum de espelho.
 
A Nissan apresenta a novidade na próxima edição do Geneva Motor Show, que acontece entre 6 a 16 de março em Genebra, na Suíça. Segundo a empresa, a tecnologia deve ser aplicada nos carros modelo 2015.
 
Fonte: Portal do Trânsito

Translate »