App que denuncia e elogia condutores vence concurso em SP

Sao-paulo_transito

De IP News

Segundo e terceiro lugar, do concurso de hackers em SP, ficaram com apps para rotas de bikes e monitoramento de trânsito
 
A Maratona Hacker promovida pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo), que aconteceu no sábado (21) concedeu R$ 22 mil em dinheiro para participantes de três projetos de aplicativos móveis, que usam dados da Companhia para melhorar o trânsito da capital. As áreas contempladas foram a de reporte de ocorrências, bikes e monitoramento do tráfego.
 
O primeiro lugar ficou com a equipe Mil Diálogos, que levou R$ 10 mil pelo projeto “Como estou dirigindo?”. O app dá multas simbólicas, e os cadastrados podem fazer um review do motorista desconhecido, adicionando a placa do veículo, modelo, e as críticas ou elogios em formas de #hashtags pré-selecionadas.
 
A equipe Bem OK ficou em segunda colocação com o app ‘Onde Pedalar?’. O projeto traça boas rotas para usar bicicletas em São Paulo, principalmente, nas vias planas da capital, e a equipe levou o prêmio de R$ 7 mil; e o terceiro lugar foi do grupo Bad Request, que foi premiada com R$ 5 mil pelo app transPlot, que informa aos cidadãos as condições do trânsito e a velocidade média nas vias principais da cidade. O app usa dados dos celulares dos cidadãos e da CET.
 
A maratona contou com 51 hackers  e 15 projetos de mobilidade urbana desenvolvidos no Laboratório de Tecnologia e Protocolos Abertos, inaugurado pela Secretaria Municipal de Transportes (SMT), no centro da Capital, na última semana. Por meio do laboratório, as empresas de transportes metropolitano como CET e SPTrans incentivam os programadores de softwares a desenvolverem soluções para melhorar a gestão do transporte público e do trânsito na capital paulistana. O Laboratório está instalado na Rua Boa Vista, nº 136, Sobreloja, mesmo endereço onde aconteceu a Hackatona da CET, a primeira atividade do Laboratório.
 
Fonte: Portal do Trânsito

Translate »