Lançamentos de autos vivem fase de lentidão

mont

Sem perspectivas de crescimento nas vendas, as montadoras devem ter novidades pontuais durante o ano de 2015. A Fiat, lider do mercado há vários anos, perdeu espaço precioso em 2014 e deve ter apenas uma novidade: sua inédita picape média, que deve estrear no cinal do ano. Já a Chevrolet, terá um ano de transição para a GM. Os americanos investiram bastante nos últimos anos e agora há uma natural espera pelos resultados que estão chegando a bordo da dupla Onix-Prisma. É a Volkswagen a marca que mais socreu em 2014. Manteve o Gol entre os carros mais vendidos do Brasil a custa de emplacamentos ceitos com locadoras. Mesmo assim, a empresa prepara a chegada do GolcVII nacional. A Ford deve apresentar o Focus renovado, o Edge de segunda geração, além do Mustang. Também se espera por uma reestilização na Ranger e sua versão
SUV, a Everest. Enquanto a Hyundai deve continuar surcando no HB20. Já a Renault, é a única que tem o que comemorar com o Brasil como segundo principal pais em vendas A sacada da montadora será lançar o Duster Oroch, picape de porte compacto para médio, que deve preencher uma lacuna entre as compactas como a Strada e as médias como a S10. Já a Hilux (Toyota) muda completamente. A nova geração chega até o cim de 2015 enquanto a Honda lança o HR-V. A Nissan vem com o Versa reestilizado. A Mitsubishi investe nas vendas do Lancer nacional e a Citroën.
n promove mudanças pontuais no C3. A Peugeot, marca que mais perdeu espaço em 2014, promete reagir com a chegada do SUV 2008, em maio. A Kia aposta no novo Sorento e na van Carnivale renovada. A Mercedes-Benz aproveitará a chegada de duas novidades de peso, a nova geração do Classe C, seu carro mais vendido, e o GLA, o SUV da camilia Classe A. Ambos serão produzidos no pais em 2016. Enquanto isso, os importados GLE e GLC devem desembarcar por aqui, além de novidades pontuais entre seus carros mais luxuosos. A BMW começará a cabricar mais dois modelos em Santa Catarina, o SUV X3 e também o Countryman, além da nova geração do Série 7. Já a Audi lança o A3 Sedan nacional. A Land Rover lança o Discovery Sport. Os chineses da Chery vem com o Celer nacional, com visual melhorado e interior aprimorado. E se o dólar deixar, a JAC entrará com corça no mercado de SUVs com a dupla T6 e T5. A Suzuki lançará o S-Cross que deve tomar o lugar do veterano Grand Vitara. A Jeep, marca de SUVs americana que é apenas a 25ª mais vendida no Brasil, muda de posto até o meio do ano, com o começo da produção nacional do Renegade,em Pernambuco.
Fonte: Hoje Livre – Impresso – Flip

Translate »